Geral

Polícia identifica piloto, empresários e prestador de serviços mortos na queda de avião em Mato Grosso

A Polícia Civil confirmou, há pouco, ao Só Notícias, que o piloto Nacionizio Jacó da Silva Filho, de 57 anos, o operador de serviços gerais em aviões, José Rodrigues de Souza, de 41 anos, ambos moradores de Rondonópolis, além do empresário Faustino Garcia Barboza, de 49 anos, que residia em Itiquira (148 km de Rondonópolis) e o comerciante Nelson Siton Júnior, de 48 anos, que morava Juscimeira eram os ocupantes da aeronave Cessna Aircraft, modelo 310Q, que caiu e pegou fogo, ontem à tarde, numa área de mata,  em Rondonópolis.

As vítimas foram reconhecidas por familiares no Instituto Médico Legal (IML). No entanto, duas das vítimas serão identificadas pela arcada dentária. As outras duas tiveram as identidades confirmadas pela impressão digital.

Conforme Só Notícias já informou, a aeronave ficou completamente destruída e foi encontrada a 200 metros das margens da rodovia do Peixe, próxima a uma localidade conhecida como Vale das Pedras, a cerca de 17 quilômetros do centro de Rondonópolis. Não houve sobreviventes. 

Será apurada a versão que a aeronave estaria realizando um voo panorâmico. As causas e responsabilidades pelo acidente serão investigadas por técnicos do Sexto  Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa VI). 

De acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), o avião estava com o Certificado de Verificação de Aeronavegabilidade (CVA) regular e venceria no dia 14 de janeiro do próximo ano. A aeronave tinha capacidade para decolagem com peso máximo de 2.404 quilos, com até cinco passageiros.

Só Notícias/David Murba (fotos: assessoria - atualizada às 16h05)