Geral

Paulo Lessa quer fazer do Tribunal mato-grossense referência em nível nacional

A exemplo do que já ocorre no Poder Legislativo, a Justiça Eleitoral de Mato Grosso vai iniciar um Planejamento Estratégico. Conforme o desembargador Paulo Lessa, que assumiu a presidência do Tribunal Regional Eleitoral, ontem (05), “para dar excelência no tratamento ao público consumidor”. De acordo com Lessa, por ser único em oferecer o serviço de natureza eleitoral, a justiça eleitoral terá que optar por uma gestão administrativa com racionalidade no uso dos recursos material e humano, o que em muitos países já é corriqueiro aqui será inevitável”, disse.

Segundo ele, nos próximos dias cada gestor daquela instituição será chamado para assinar um contrato de gestão com metas, datas e ações, um calendário definido. “Seja para realizar eleições, julgar conflitos de natureza eleitoral ou ampliar o exercício da cidadania, Mato Grosso terá um plano para os próximos cinco anos”, assegurou.

A meta do novo presidente do TRE “é fazer do Tribunal mato-grossense referência em nível nacional na prestação de serviços à sociedade, com transparência, imparcialidade e modernidade”, resumiu.

Lessa também anunciou que dará continuidade às ações do ex-presidente , principalmente nos processo de interiorização e conquista de confiança dos clientes da justiça eleitoral. “Concluir obras em andamento é questão de responsabilidade”, elencou.

O Tribunal Regional Eleitoral também inaugurou ontem a Escola de Magistratura que terá o objetivo de prestar serviços de ensino na área da Jsutiça Eleitoral. O desembargador Antônio Bittar Filho que assumiu ontem a vice-presidência do TRE, e a Corregedoria Geral Eleitoral, também responderá pela Escola de Magistratura.

A posse de Paulo Lessa e Antônio Bittar foi realizada na sede do Tribunal Regional Eleitoral e foi prestigiada pelo governador Blairo Maggi (PPS), o presidente da Assembléia Legislativa, Silval Borbosa e representantes políticos e institucionais. O presidente do Tribunal do Amapá, e dos Tribunais Regionais Eleitorais do Brasil, Orildo Amaral de Mello também prestigiou a posse.