Geral

Morre padre pioneiro na região Norte de Mato Grosso e que liderou construção de seminário

Faleceu, ontem, em Nova Bréscia (162 km de Porto Alegre-RS), o sacerdote Silverio Scheneiders, 79 anos, da diocese de Santa Cruz do Sul. Ele estava hospitalizado e lutava contra leucemia. O sepultamento está previsto para esta tarde, em Arroio do Meio, onde residem os familiares.

No próximo mês, padre Silverio completaria 53 anos de sacerdócio. Seu último trabalho foi como pároco no município de Capitão (RS). Ele foi pioneiro, através do projeto Igreja Irmãs, na região Norte de Mato Grosso, onde chegou no final da década de 70, e ajudou o então bispo diocesano Dom Henrique Froelich, na criação da diocese Sagrado Coração de Jesus, em Sinop.

Padre Silverio evangelizou em Itaúba, Colíder, Peixoto, Terra Nova, Guarantã do Norte e chegou a atender, na década de 80, algumas paróquias no Sul do Pará. Ele também recebeu a missão do bispo Dom Henrique para administrar a construção do seminário São José, em Itaúba (100 km de Sinop), em meados da década de 80. Padre Silverio trabalhou no Nortão por aproximadamente 20 anos.

“Sempre foi um grande incentivador para eu vir para Mato Grosso trabalhar na missão”. “Como padre e pároco, trabalhei em algumas paróquias onde ele trabalhou, como Guarantã, Nova Guarita, e fez grandes trabalhos de evangelização, organizando comunidades, construindo igrejas, criando paróquias”. “Depois que fiquei bispo, em Diamantino, pedi para ele vir me ajudar (estava no Sul) em Nova Mutum”, recordou, ao Só Notícias, o bispo diocesano de Sinop, Dom Canisio Klaus.

O bipo concluiu pedindo orações, com intenções especiais, “pelo descanso eterno desse nosso grande missionário e bom pastor”.

 

Só Notícias (foto: reprodução)