Geral

Interventor não descarta redução no prazo para liberar ATPFs e nomeia novo gerente em Sinop

O interventor do Ibama em Mato Grosso, Elierson Souza, disse que sua prioridade será reestruturar a Gerência Executiva de Sinop, com apoio das prefeituras, “para que garantir o funcionamento das indústrias madeireiras que estão legalizadas”. O interventor recebeu dados dos prefeitos e dirigentes de sindicatos de indústrias madeireiras que a base da economia de vários municípios é o setor madeireiro que teme reflexos negativos da decisão da presidÊncia do Ibama em suspender por 30 dias a emissão de guias usadas para transporte de madeira, as ATPFs. “Estamos levando vários dados para fazer uma verificação”, disse Elierson, ao ser questionado se este prazo de suspensão na emissão das guias pode ser reduzido.

O interventor já nomeou um gerente executivo interino em Sinop. O analista ambiental José Geraldo, funcionário de carreira do Ibama de Sinop, foi designado para assumir a gerência. Só Notícias apurou que ele está no órgão desde 2002. O inbterventor Elierson Souza disse que a principal mudança que será feita na Gerência Executivo em Sinop é ” moral. Essa eu quero que fique bem patenteada”, disse, ao confirmar que os servidores que estão sendo investigados pela Polícia Federal e Justiça Federal. “Os que estão afastados entramos com pedido de improbidade para que continuem afastados”, declarou.

Ele não adiantou se podem ocorrer novas prisões de envolvidos com esquema de fraudes na Operação Curupira. 15 pessoas – entre servidores e ex-servidores, ex-gerentes executivos e despachantes permanecem presos. Tiveram a prisão prorrogada, na segunda-feira, por mais 5 dias, por decisão da Justiça Federal.

O interventor reuniu-se, por mais de duas horas em Sinop, no gabinete do prefeito Nilson Leitão- que o convidou para este encontro- com demais prefeitos da região, o deputado Dilceu Dal Bosco, o presidente do Sindusmad, Jaldes Langer, o diretor da Fiemt, Sidnei Bellincanta, dirigentes de sindicatos de madeireiras de outras cidades da região bem como presidentes da CDl, Afonso Teschima Jr, da ACIS, Luiz Otavio de Carvalho, dentre outras lideranças.

O interventor saiu da prefeitura da forma que chegou: de helicóptero. Protegido por policiais federais, ele veio a Sinop de aviãõ e, do aeroporto até à prefeitura, deslocou-se no helicóptero do Ibama usado para fiscalização