Geral

Sinop: guarda aplica mais de 17 mil multas por irregularidades no trânsito; falta ação mais rigorosa com quem estaciona nas calçadas

A Guarda Municipal emitiu, de janeiro até agora, 17,2 mil autos de infração a condutores que desrespeitaram as leis de trânsito e que estavam com documentação irregular. De janeiro até maio, foram mais de 6,8 mil infrações, enquanto do mês de junho até outubro cerca de 9,5 mil multas foram aplicadas. Neste mês, até o momento, são 859 autuações.

Nos 12 meses do ano passado, foram mais de 6,2 mil multas. “São números impressionantes, percebemos que o saldo do ano é positivo, a Guarda Civil está trabalhando de forma incansável todos os dias, com relatórios diários. Vem trabalhando muito desde o começo do ano, com o intuito de reduzir acidentes, número de mortos no trânsito e vem conseguindo”, afirmou o secretário municipal de Trânsito e Transporte Urbano, Joubert Sacramento, em entrevista ao Só Notícias.

Sobre a fiscalização e orientação aos motoristas e condutores de motos, o secretário comemorou os resultados e contou como vem funcionando o trabalho das equipes. “Conseguimos aumentar muito (blitz). Todo dia a Guarda Civil está trabalhando de forma extraordinária, de forma muito competente, tanto na fiscalização de veículos irregulares, quanto em veículos estacionados de forma incorreta, além de fiscalização em escolas, auxiliando a travessia de pedestres, e a parte de educação no trânsito também”, disse.

Para o final do ano, a Guarda Municipal deve aumentar a fiscalização e manter campanhas de orientações. “Continuar na mesma pegada. A gente está fazendo isso desde o começo do ano, vamos continuar fazendo campanhas educativas e as blitz vamos intensificar elas”, finalizou Sacramento.

Mesmo com aumento nas multas divulgadas pela guarda, ainda há um grande número de condutores de motos e veículos que comete infrações de trânsito diariamente como desrespeito a sinalização de trânsito, passando semáforo no vermelho e a insistência desrespeitosa e absurda, por parte de alguns, em andar/estacionar na calçada, destinada exclusivamente para os pedestres andarem. Esta é uma providência que ainda precisa de uma atuação mais firme por parte da guarda municipal, com multas e remoções através de guincho diante da obstrução da passagem dos pedestres que, em vários casos na região central, por exemplo, pedestres acabam tendo que ir a rua porque motos e carros estão nas calçadas.

 

Redação Só Notícias (fotos: Só Notícias)