Geral

Dupla de humoristas do Pânico na TV é presa

Nesta quinta-feira, dia 4, a turma do Pânico na TV provocou um barraco além da conta diante da casa de Carolina Dieckmann, no Rio de Janeiro.

Os humoristas Rodrigo Scarpa e Wellington Muniz (Ceará) – respectivamente Vesgo e Silvio Santos – passaram dos limites e despertaram a ira dos moradores do bairro de São Conrado.

Tudo começou quando a produção do programa chegou na rua onde mora a atriz e, simplesmente, fechou o acesso, com direito a guindastes e muito barulho. Com megafones nas mãos, Rodrigo e Ceará começaram a gritar e chamar Carolina para calçar as ‘Sandálias da Humildade’. A atriz estava no dentista e, obviamente, não pôde atender, mas o problema abalou Davi (na foto), filho de Carolina, de 6 anos. Recém-chegado da escola, o garoto ficou assustado e começou a chorar. Desesperada sem saber o que acontecia e temendo ser um caso de assalto, a atriz ligou para amigos e para Marcos Frota, pai da criança, pedindo para que alguém tentasse tirar o garoto de casa. Por sorte, conseguiram levá-lo para a casa do pai.

Com a confusão, os vizinhos chamaram a polícia que, ao ver que o caso envolvia uma criança, deteve os humoristas, levando-os para a Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Decav), onde ambos estão detidos até o momento de prestarem esclarecimentos. O caso complicou pelo fato do programa ter captado imagens do filho da atriz.

Uma fonte que tem acesso a DECAV informou a reportagem de OFuxico que, talvez temendo algum problema maior no futuro, Vesgo e Ceará não autorizaram serem fotografados na delegacia. Contudo, parece que os policiais de plantão não acataram o pedido dos artistas.

Carolina passou toda a tarde assustada e chorou muito, sem saber o que acontecia em sua casa. O caso está sob os cuidados de Ricardo Brajterman, advogado de Carolina, que agroa tenta conseguir uma liminar que proíba a exibição das cenas onde aparece o menino.

Um detalhe curioso: Carolina está entre as atrizes mais simpáticas da Globo. Sempre atende a imprensa educadamente e já havia avisado que não queria participar da ‘brincadeira’ das Sandálias da Humildade, do Pânico na TV. Insistentes, os humoristas não levaram isso em conta e acabaram se dando mal. Casos assim, mostram que um novo ‘troféu’ poderia ser criado. Talvez uma nova versão de sandálias, que poderia ser batizada de Sandálias da Insanidade. Brincadeira tem limites e, principalmente num caso que envolve