Geral

Assassinos são condenados a mais de 20 anos de prisão por morte de funcionário de empresa em Sorriso

O juízo da Segunda Vara Criminal de Sorriso, condenou Adriano Lopes, Lourivaldo Girão dos Santos e João Batista da Silva Junior a mais de 20 anos de prisão, em regime inicial fechado, pela prática do crime de roubo seguido de morte (latrocínio) contra Adão Rodrigues, de 57 anos, em dezembro do ano passado.

Segundo consta nos autos do processo “os réus trabalhavam para Adão em uma empreita para retirada de entulhos no alojamento e, após matarem a vítima com golpes de faca e asfixia, roubaram seu Ford Ecosport, um cheque de R$750, um anel e colar de ouro”.

Conforme Só Notícias já informou,  Adão foi encontrado morto na comunidade São Luiz Gonzaga. Um funcionário passou em frente ao dormitório, percebeu a porta aberta e, ao se aproximar, encontrou sangue e o corpo da vítima na cama, em avançado estado de decomposição.

Segundo a polícia, aparentemente a vítima havia sido assassinada há pelo menos 48 horas. Seu corpo estava com diversas perfurações e uma faca com sangue foi encontrada na cama.

Só Notícias/David Murba (colaborou e foto: Lucas Torres, de Sorriso)