Geral

Apreensões de drogas na fronteira crescem 31% em Mato Grosso

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) apreendeu 3,9 toneladas de entorpecentes na região da fronteira de Mato Grosso com a Bolívia, de janeiro até ontem. O aumento foi de 31% comparado com todo o ano passado, quando 3.041 toneladas foram apreendidas. Do início do ano até agora, 274 pessoas foram presas, sendo 259 brasileiros e 15 bolivianos. Quatro aeronaves usadas para o tráfico de drogas foram apreendidas e 182 veículos que haviam sido roubados foram recuperados. A unidade atendeu 237 ocorrências e cumpriu 37 mandados de prisão.

O grupo tirou de circulação das ruas 32 armas, 392 munições de diversos calibres, além da apreensão de 2.639 quilos de materiais contrabandeados, R$ 283,6 mil de origem do tráfico.

“Este desempenho é fruto da união de esforços e da integração entre as forças de segurança, como polícias Civil, Militar, Exército e Polícia Federal. Essa parceria das demais forças com o núcleo de inteligência do Gefron somado ao patrulhamento e empenho diário da unidade têm resultado nesses grandes índices”, ressaltou o comandante do grupamento, tenente-coronel José Nildo Silva de Oliveira, por meio da assessoria.

Criado há 16 anos, o Gefron desempenha atividades de combate a crimes como tráfico de drogas, contrabando e descaminho de bens e valores, evasão de divisas e roubos de veículos. Os policiais realizam patrulhamentos pelas rodovias, estradas vicinais, operações, barreiras fixas e volantes.

São três postos de fiscalização: Matão (no município de Pontes e Lacerda), Vila Cardoso (em Porto Esperidião), Avião Caído (em Cáceres), além da base do grupamento, em Porto Esperidião.

Redação Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)