Geral

IFMT abre teste seletivo com 16 vagas em Sinop, Guarantã e mais 5; salário de R$ 5,8 mil

O Instituto Federal de Mato Grosso abriu processo seletivo simplificado para a contratação, por 12 meses, de professor substituto para os campus de Sinop, Guarantã do Norte, Rondonópolis, Campo Novo dos Parecis, Confresa, Pontes e Lacerda e São Vicente. O edital foi publicado no Diário Oficial da União.

São 16 vagas e a remuneração mínima é de R$ 2,2 mil podendo chegar a R$ 5,8 mil, dependendo do título do profissional e carga horária. Ainda há auxílio alimentação e transporte. Há cobrança de R$ 50 para inscrição, que segue até o próximo dia 16, no portal do IFMT.

Para Sinop, há uma vaga para profissional graduado em Administração (40 horas), e uma para professor de Educação Física. Ainda há uma oportunidade para professor de história, exclusiva para pessoa com deficiência. Os dois últimos tem carga de 20 horas.

Já para Guarantã do Norte são três vagas, sendo uma para graduado em Agronomia, Engenharia Agronômica, Engenharia Agrícola ou Ciências Agrárias, uma para graduado em Física, e uma para professor de Letras. Para Rondonópolis, há uma vaga na área de Ciências Humanas.

Em Campo Novo do Parecis, é na área de Agronomia, uma de Engenharia da Produção e uma de Agroindústria. Em Confresa, é uma para profissional graduado no ramo de alimentos. Em Pontes e Lacerda, tem uma na área de Engenharia Elétrica, uma de Letras, e uma de História. Em São Vicente, a oportunidade é para professor do segmento de Engenharia Florestal.

Devido a pandemia e suspensão das atividades presenciais, todas as fases do certame ocorrerão exclusivamente de forma remota. A avaliação será constituída por prova de avaliação de títulos acadêmicos, experiência docente, e exame de desempenho didático (entre 24 e 28 deste mês), por vídeo ou web conferência.

O sorteio do tema para a apresentação e entrevista ocorrerá ao vivo em link e hora a ser disponibilizada no site de cada campus no dia 21. A previsão, é que o resultado final seja homologado no dia 7 de junho.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: reprodução/arquivo)