Esportes

Sinop estreia com derrota em casa para o River no Brasileiro da Série D

O Sinop Futebol Clube não estreou bem na Série D do Campeonato Brasileiro. Em jogo com muitos erros de passe e poucos momentos de brilhantismo individual e coletivo, o time treinado por Alexandre Carioca foi derrotado, há pouco, por 2 a 0, pelo o River do Piauí, no estádio Gigante do Norte.

Os gols do time do Piauí foram marcados por João Gabriel e Max. Mesmo com um a mais em parte do confronto, o Galo do Norte não conseguiu encostar no placar, em tarde brilhante do goleiro piauiense Mondragón, que fez vários milagres, garantindo a vitória do River.

O Sinop começou o primeiro tempo perdido em campo, sem conseguir trocar passes, errando triangulações e dando chutões. O River, por sua vez, se aproveitou e logo abriu o placar. Depois o Galo do Norte entrou no jogo, criou mais, mas pecava no último toque e o goleiro Mondragón fez milagres, O sistema defensivo do Sinop também não foi bem e tomou o segundo tento, que veio como ‘balde de água fria’.

Já na etapa final, as duas equipes se cansaram e o jogo passou a ser mais truncado, com faltas, cartões amarelos e até expulsão. O Sinop fez substituições, criou oportunidades, mas não conseguiu ser totalmente efetivo e evitar a derrota, tomando ainda muitos sustos na parte defensiva.

O jogo – na marca dos 6, o River chegou pela primeira vez, em jogada alçada na área, Emanuel recebeu, chutou, mas a bola bateu na defesa e ficou fácil para a defesa do goleiro Leandro.

Aos 10, em cobrança de falta João Gabriel abriu o placar para o time do Piauí. Ele bateu com categoria no canto esquerdo e marcou belo gol, sem chances para o goleiro do Sinop, que só ficou olhando a bola entrar. Sinop 0 X 1 River.

Na marca dos 12, o Galo do Norte quase empatou. Juliano Fogaça cruzou rasteiro, a zaga desviou e por pouco não marcou contra, com o goleiro fazendo defesa difícil. A bola sobrou para Tiarinha, que mandou de calcanhar, mas outra vez pegou na zaga e foi para fora.

Aos 13, o goleiro do River fez novo milagre. Juliano Fogaça recebeu, cortou para a esquerda e chutou no ângulo, mas de mão trocada, Mondragón mandou para escanteio. Na cobrança, Fagner cabeceou com perigo, e a bola passou por cima da meta.

Já aos 29, em nova falta o River chegou com perigo. João Gabriel mandou, a bola cruzou a área sem ninguém cabecear e passou perto do canto direito. Aos 31, novamente chegou bem, com João Gabriel, que invadiu a área, bateu cruzado para defesa de Leandro.

Aos 34, o River ampliou o placar, em contra-ataque rápido depois de bobeada da zaga sinopense que saiu jogando errado, Bruninho tocou e Max recebeu livre, cara a cara com o goleiro. O atacante bateu firme, na saída e sem chances de defesa. Sinop 0 X 2 River.

Aos 45 novamente Mondragón salvou. Em chute da intermediária, Queijinho bateu de esquerda no angulo, mas o goleiro pulou espalmando para fora. Depois disso não houve tempo para mais nada e fim do primeiro tempo.

Já na segunda etapa, aos 2, Tiarinha fez jogada individual e sofreu falta. Na cobrança, Juliano Fogaça mandou na área, e Weslley cabeceou para a linha de fundo, cedendo tiro de meta.

Aos 5, o River quase ampliou. Em nova bobeada da zaga sinopense, a bola sobrou para João Gabriel, que puxou para a esquerda e bateu forte, mas passou pela direita do gol de Leandro.

Aos 12 outro milagre de Mondragón. Em cobrança de falta, Juliano Fogaça jogou na área, o ataque deu uma casquinha e sobrou livre para Robinson, que bateu para excelente do goleiro piauiense.

Na marca dos 14, foi a vez de Leandro fazer milagre. João Paulo recebeu, clareou e bateu com força no ângulo. O goleiro estava um pouco adiantado, mas conseguiu se recuperar e espalmou para escanteio. Na cobrança, a zaga do Galo do Norte afastou o perigo.

Aos 22, em outra falta, Juliano Fogaça cruzou na área, a bola foi na cabeça de Tiarinha, que desviou para a linha de fundo, muito próximo do gol do River, assustando a defesa.

Já aos 34, o Sinop ficou com um a mais, depois do lateral direito Daniel Bagaceira ser expulso por dura entrada no jogador do Sinop, com um carrinho com as duas pernas. Apesar da expulsão, o River continuou indo para cima e, aos 37, o goleiro Leandro fez boa defesa, depois de João Gabriel receber livre, bater rasteiro e ele encaixar, salvando o Galo do Norte.

Aos 38, Robinson quase diminuiu para o Sinop, depois de boa cabeceada, para nova defesa milagrosa de Mondagrón, que pulou e espalmou a bola. Essa foi a última boa chance e fim de jogo, com o Galo do Norte conhecendo a primeira derrota na competição nacional.

Agora, o Galo do Norte tentará se redimir no certame nacional, no próximo dia 30, às 15h, em casa, diante do Santos do Amapá. Já o River, recebe o Baré (RR), no dia 26, às 15h.

Ainda na primeira rodada, o Operário Várzea-grandense venceu a Aparecidense. O União de Rondonópolis empatou com o Águia Negra.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: Ademir Junior)