Esportes

Flamengo goleia o Vasco no clássico carioca

O Flamengo não encontrou muita dificuldade para golear o Vasco por 4 a 1, em partida disputada na noite deste sábado, no Mané Garrincha, em Brasília. O resultado fez o Rubro-negro carioca chegar aos 30 pontos ganhos e ocupar, provisoriamente, a segunda colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. O Vasco segue na 15ª colocação com 17 pontos ganhos.

Os gols foram marcados por Bruno Henrique, dois, Gabigol e Arrascaeta para o Flamengo, enquanto o zagueiro Leandro Castan anotou para a equipe de São Januário. O goleiro Diego Alves se transformou em um dos destaques do jogo ao defender duas penalidades máximas, cobradas por Yago Pikachu e Bruno César.

O resultado fez justiça ao melhor desempenho da equipe comandada por Jorge Jesus. O Flamengo dominou completamente as ações durante os 90 minutos e construiu uma vitória sobre o grande rival sem grandes dificuldades.

O Vasco foi uma equipe lutadores que esbarrou nas próprias limitações. A escalação do atacante Talles Magno, liberado por uma decisão do STJD, não produziu qualquer resultado. E, para piorar a situação da equipe dirigida por Vanderlei Luxemburgo, os jogadores cruz-maltinos ainda desperdiçaram duas cobranças de pênalti.

O jogo – A partida começou com o Flamengo no ataque, enquanto o Vasco concentrava seus jogadores numa zona de marcação. E, logo aos quatro minutos, a equipe rubro-negra criou boa chance para marcar. Arrascaeta cruzou e Bruno Henrique desviou de cabeça e a bola se chocou com o travessão defendido por Fernando Miguel.

O Vasco mantinha apenas Talles Magno avançado e o atacante, isolado entre os zagueiros, encontrava grande dificuldade para participar do jogo. Só depois dos dez minutos é que o time comandado por Vanderlei Luxemburgo começou a se aventurar no campo de ataque. Aos 13 minutos, Richard tentou lançar Talles Magno, mas a bola correu demais e acabou nas mãos de Diego Alves.

O Flamengo respondeu aos 17 minutos quando Bruno Henrique que fez ótimo passe para Gabigol. O atacante bateu forte de canhota e Fernando Miguel fez boa defesa. Aos 23 minutos, o Vasco criou a primeira grande jogada. Yago Pikachu recebeu na intermediária, se livrou de dois marcadores e, na entrada da área, bateu cruzado, mas a bola explodiu no travessão. O Vasco se animou e, aos 27, Lucas Mineiro recebeu de Henrique e cruzou na pequena área, mas Diego Alves se antecipou e ficou com a bola.

Mais presente no ataque, o Vasco voltou a ameaçar aos 31 minutos quando Talles arrancou em direção à área rubro-negra e bateu com grande perigo, mas a bola saiu. Aos 36 minutos, Marquinho vacilou e foi desarmado por Gerson que fez ótimo passe para Arrascaeta na área, mas a conclusão do uruguaio foi bloqueada por Cáceres.

A pressão rubro-negra aumentou e, aos 41 minutos, Bruno Henrique marcou o primeiro gol. O atacante recebeu na entrada da área, tabelou com Arrascaeta, e mandou uma bomba no ângulo, sem chances para Fernando Miguel.

Mesmo em vantagem, o time dirigido por Jorge Jesus seguiu pressionando em busca do segundo gol até o final do primeiro tempo.

O Vasco tentou começar o segundo tempo com uma armação mais ofensiva, trocando passes no campo do Flamengo, mas quase foi surpreendido aos três minutos quando Gabigol fez ótimo lançamento para Bruno Henrique, porém o atacante não conseguiu dominar a bola que ficou nas mãos de Fernando Miguel.

Aos cinco minutos, o Rubro-negro ampliou, novamente com Bruno Henrique. Após falha de Lucas Mineiro na saída da defesa, Cuéllar lançou para Bruno que dividiu com a zaga cruz-maltina, mas conseguiu empurrar a bola para as redes. Gabigol ainda ajudou a empurrar para o gol, mas a arbitragem confirmou o gol do atacante recém-convocado pela Seleção Brasileira.

Logo depois do gol, o técnico Vanderlei Luxemburgo trocou o meia Marquinho por Tiago Reis. Aos 11 minutos, uma bola chutada por Tiago Reis bateu em Thuller e o árbitro de vídeo parou o jogo para conferir o lance. O pênalti foi marcado e Yago Pikachu bateu colocado, mas Diego Alves conseguiu fazer a defesa, espalmando para escanteio.

A alegria rubro-negra durou pouco. Pikachu fez a cobrança do escanteio e Leandro Castan subiu mais do que a zaga e cabeceou sem defesa para Diego Alves, anotando o primeiro gol do Vasco aos 13 minutos.

O Vasco tentou partir para buscar o empate, mas acabou sofrendo o terceiro gol aos 16. Gerson cruzou para área, Bruno Henrique cabeceou para defesa parcial de Fernando Miguel e Gabigol não teve muito trabalho para tocar para o fundo das redes. O time da Gávea quase ampliou aos 20 minutos em conclusão de Gerson que acertou a trave.

Logo depois, Vanderlei Luxemburgo trocou o lateral-direito Raul Cáceres pelo meia Bruno César em mais uma tentativa de dar mais força ao ataque. Pikachu foi deslocado para a lateral direita.

Aos 22 minutos, Fernando Miguel teve que se virar para evitar outro gol do Flamengo em cabeçada de Bruno Henrique. O Vasco respondeu, aos 31, com nova cabeçada de Leandro Castan que exigiu boa defesa de Diego Alves.

Aos 34 minutos, o árbitro marcou pênalti de Arrascaeta em Castan. Bruno César bateu forte no meio do gol e Diego Alves defendeu outra vez. O castigo do Vasco veio aos 37 minutos quando Bruno Henrique foi derrubado na área. Arrascaeta bateu o pênalti com categoria e ampliou a vantagem.

Desanimado, o Vasco não teve mais forças para lutar e apenas assistiu o Flamengo tocar a bola para gastar o tempo, enquanto a torcida rubro-negra fazia grande festa no Mané Garrincha.

Gazeta Esportiva (Foto: Alexandre Vidal/assessoria)