Esportes

Federação deve manter rebaixamentos do Mixto e Araguaia no Estadual

A Diretoria de Competições da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) não mexerá no rebaixamento da tabela de classificação da primeira fase do Campeonato Mato-grossense da Primeira Divisão. O torneio foi interrompido ao término da fase classificatória, com Mixto e Araguaia sendo os dois últimos colocados entre os dez participantes e caíram para a Série B do Estadual.

A entidade desde paralisação da competição por causa do avanço da pandemia do novo Coronavírus é ferrenha em defender que o torneio termine dentro de campo. Neste cenário, Cuiabá, Operário Várzea-grandense, União de Rondonópolis, Sinop, Nova Mutum, Poconé, Dom Bosco e Luverdense retornariam para brigar por vagas à fase semifinal.

Outra proposta que será posta para uma possível reunião para decidir o futuro do campeonato é encerrar a disputa com a atual classificação, sem decretar o campeão e vice. Esta alternativa serviria para indicar os representantes de Mato Grosso na Copa do Brasil, Copa Verde e para o Campeonato Brasileiro da Série D da próxima temporada.

Para o Diretor de Competições da federação Diogo Carvalho, o caminho a ser seguido é pelo término do Estadual dentro de campo. Segundo ele, quando o Estadual foi paralisado no dia 15 de março, já havia atingido 75% de todo o campeonato disputado. “O nosso Estadual diferente de outros é está bem avançado. Falta pouco para ser encerrado em campo. É viável ser retomado”, assinalou o dirigente.

A FMF está aguardando por novos decretos de flexibilização por parte do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro, para ver qual atitude tomar quando o Campeonato Estadual.

Redação Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)