Esportes

Contra o Iporá pela Copa Verde, Schülle romperá barreira de 80 jogos no comando do Cuiabá

O Cuiabá joga hoje às 19h30 pela Copa Verde, contra o Iporá-GO, na Arena Pantanal e tem um reforço importante fora das quatro linhas. O treinador Itamar Schülle, que não viajou a Goiás para a partida de ida e ficou em Mato Grosso treinando o time principal, voltará a comandar a equipe, que pode até empatar para avançar na competição regional.

O treinador, que não costuma revelar as escalações antes do tempo, adiantou que pretende usar um time alternativo e manter a base da vitória por 2 a 1 na semana passada, quando jogou com Matheus Nogueira; Toty, Windson, Willian Barão e Danilo (Alex Ruan); Felipe Profeta, Marino e João Henrique (Chico); Caio Dantas (Josiel) e Hugo Cabral sob o comando do auxiliar Lucas Isotton.

Como tem compromisso no próximo sábado, fora de casa com o América-MG, é provável que Schülle não volte a utilizar alguns jogadores do time principal, como Toty, Alex Ruam, Caio Dantas e Hugo Cabral.

Apesar de valer classificação e de o Cuiabá estar interessado no acesso direto às oitavas-de-final da Copa do Brasil do ano que vem, que é garantido somente ao campeão da Copa Verde, o jogo também será de comemoração porque o treinador Itamar Schülle vai romper a barreira de 80 jogos na direção do Dourado.

Contra o Iporá será a 81ª partida como treinador do Cuiabá desde que chegou no final de 2017. De lá para cá já foram 47 vitórias, 16 empates e 17 derrotas.  Com Schülle, o Dourado anotou 132 gols e sofreu 69, tendo aproveitamento de 65% dos pontos: foram conquistados 160 dos 240 pontos disputados. Campanha que rendeu um bicampeonato estadual invicto e o acesso ao Campeonato Brasileiro da Série B deste ano.

Só Notícias/Marco Stamm, de Cuiabá (foto: arquivo/assessoria)