segunda-feira, 26/fevereiro/2024
PUBLICIDADE

Botafogo goleia o Coritiba

PUBLICIDADE

Com uma grande atuação do goleiro Max, o Botafogo conseguiu uma importante vitória fora de casa ao vencer o Coritiba por 3 a 0 no Couto Pereira. O resultado fez o time carioca quebrar um jejum de quatro jogos sem vencer, e o técnico Péricles Chamusca conquistou seu primeiro triunfo no comando da equipe.

Apesar da vitória, o resultado não traduziu a superioridade do Coritiba na partida, principalmente no primeiro tempo, quando Max começou a se destacar, ao realizar pelo menos cinco defesas difíceis, além de defender um pênalti de Rafinha no segundo tempo.

A derrota complica ainda mais a situação do técnico Cuca no Coritiba. Ao final do primeiro tempo, os torcedores paranaenses vaiaram o time e o treinador. No final da partida, com a vitória nas mãos, o Botafogo tocava a bola, aos gritos de “olé” da torcida do Coritiba.

Com a vitória, o Botafogo chega a 21 pontos, ficando perto da zona da Libertadores. Já o Coritiba permanece com 16, nas posições intermediárias da tabela.

O Botafogo tem um difícil confronto na próxima rodada: recebe a líder Ponte Preta, na quarta-feira, no estádio Luso-Brasileiro. Já o Coritiba viaja para Belo Horizonte, onde enfrenta um dia depois o Cruzeiro, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo

Antes do jogo, mais uma vez o time visitante foi obrigado a trocar de uniforme. Desta vez, o Botafogo tinha um uniforme reserva. Porém, os cariocas não queriam trocar de uniforme, pois a segunda camisa não tinha o nome do patrocinador estampado.

Porém, tiveram que ceder, para não ter que jogar de coletes. No dia 29 de maio, na derrota para o Juventude por 2 a 1 no Couto Pereira, aconteceu a mesma coisa: porém, nesta ocasião o time gaúcho foi obrigado a jogar de coletes.

O jogo começou eletrizante. Logo a 1min do primeiro tempo, o Botafogo chegou com precisão ao ataque adversário. O atacante Alex Alves foi derrubado na área pelo lateral Flávio: pênalti, cobrado pelo próprio atacante, que marcou seu sétimo gol na competição.

Aos 24min, um lance polêmico. Em contra-ataque pela direita, Alexandre cruzou na área, Caio chutou para o gol para grande defesa de Max. No rebote Marquinhos finalizou, e o zagueiro Scheidt salvou em cima da linha. Os coritibanos reclamaram que a bola havia entrado, mas o juiz Wilson Seneme não deu ouvidos.

Aos 31min, em bela cobrança de falta, o time carioca ampliou a vantagem, com o lateral César Prates.

O segundo tempo foi morno, com emoções apenas no final da partida. Aos 40min, Marciano foi derrubado por Jonílson dentro da área.

Pênalti, que o lateral Rafinha desperdiçou, em mais uma bela defesa de Max, coroando uma das suas melhores atuações com a camisa do Botafogo.

Quatro minutos depois, Jackson derrubou o atacante Ricardinho (que entrou no segundo tempo) dentro da área.

Pênalti para o Botafogo, desta vez convertido por Juca, que deu números finais à partida.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE