Educação

Sorriso segue decreto do governo estadual e suspende aulas na rede municipal até dia 30

A secretária de Educação e Cultura, Lúcia Drechsler, confirmou, esta manhã, que o município vai seguir o decreto de ontem, do governo do Estado que suspendeu as aulas até 30 de abril. Inicialmente em Sorriso os alunos voltariam a estudar na próxima segunda-feira (50.  “Como o decreto é estadual, o município deve seguir. Até 30 de abril estão suspensas as aulas em escolas estaduais, particulares e municipais”, confirmou ela. A assessoria da prefeitura não informou quantos mil alunos tem na rede municipal.

Esta tarde haverá reunião online com integrantes do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus para debater o assunto e o Ministério Público enviará um documento para ser analisado na reunião. Quanto ao cumprimento do calendário escolar, Lúcia expõe que esse é um desafio para o país inteiro. “Teremos que nos inventar. O processo escolar não é estático, mas esse é o mesmo desafio quer seja aqui, São Paulo, Paraná, Santa Catarina. Temos conversado com todos e é hora de os municípios recriar, reinventar para cumprir o calendário” e “Uma das opções é a educação à distância que pode ser implementada para os anos finais do ensino fundamental, ensino médio e ensino superior. Contudo, os iniciais do ensino fundamental, do 1⁰ ao 5⁰ ano, e a educação infantil são presenciais, nesse caso, precisamos rever nosso calendário e organizar aulas aos sábados, recessos ou ampliar o calendário de dezembro”, detalha.

“Estamos acompanhando todas as decisões e nos adequando a elas, bem como seguindo as orientações do ministério da Educação. Destacamos que nenhum aluno será prejudicado com as alterações”afirmou e orientou os pais para que, no período de quarentena, evitem sair com filhos de suas casas. “Sugerimos que brinquem, interajam, leiam para os filhos. Vários portais disponibilizaram conteúdos online e essa interação é também uma forma de suavizar esse momento difícil e de mostrar para os pequenos que estamos todos juntos”, finaliza, através da assessoria.

Só Notícias (foto: Só Notícias/Lucas Torres)