Educação

Academia Sinopense de Ciências e Letras elege diretoria que buscará ‘diálogo com a comunidade’

A Academia Sinopense de Ciências e Letras elegeu a nova diretoria para o biênio 2021/2023. A executiva é formada por Alex de França Aleluia como presidente, Cristiane Oliveira é a vice, Simone de Souza Naedzold é a secretária, Marta Miranda ficou como vice-secretária e André Bíscaro ocupa o posto de tesoureiro. A posse está prevista pra janeiro de 2021. A eleição ocorreu no último no final de semana.

Atualmente, a Academia é formada por 25 membros ativos, e entre as propostas da nova diretoria está a aproximação com a sociedade. “Nós precisamos dialogar com a comunidade, então nossa principal diretriz é fazer com que a academia e os acadêmicos estejam em consonância, e ligados com a sociedade em geral. Nós temos acadêmicos que são doutores e têm linhas de pesquisas que podem ajudar no desenvolvimento de Sinop, então é importante ouvir esses acadêmicos”, pontuou, ao Só Notícias, Alex de França.

“Temos também escritores que escreveram a história de Sinop, no sentido de desbravamento, de madeiras, até da questão do agronegócio, que colocaram em sua história de ficção a ambientação, então precisamos fazer com que esse conhecimento, essas linhas de pesquisa tanto científicas quanto literárias, cheguem a todas as camadas sinopenses. A ideia é criar essa ponte, para que conheçam mais os acadêmicos, e todas as suas obras e produções sejam perpetuadas”, acrescentou.

Além disso, com 12 anos de criação, para se tornar membro ASCL é necessário passar por processo de inicialização e outras questões, explica o presidente. “Abrimos um edital, e você precisa preencher algumas características, como ter livros publicados, artigos em revistas, se a sua linha é cientifica ou literária, e nas suas publicações vai somando ponto. Em seguida, o candidato passa por uma sabatina pela comissão, onde se discute algumas coisas tanto no histórico, quanto de seus trabalhos. No último processo havia oito pessoas para três vagas, e não há ainda previsão de abertura de novo edital”, salientou Alex .

O novo presidente ingressou na Academia Sinopense em 2018 e é professor de literatura há 15 anos, escritor com 4 livros publicados no setor de ficção, membro da Academia de Letras do Brasil, dos Núcleos Acadêmicos de Letras de Buenos Aires, de Portugal, Valparaíso no Chile. Ainda conta com publicação de artigos de educação, abordando sistema educacional, dentre outros pontos.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria)