Educação

300 alunos de Sinop continuam estudando embaixo de arquibancada de ginásio

Em média, 300 alunos do Estado, de 4ª à 8ª séries ocupam 4 salas improvisadas embaixo das arquibancadas do ginásio de esportes do bairro São Cristóvão, nos períodos matutino e vespertino, divididos em cerca de 35 alunos por sala. Essas, além de pequenas, não oferecem condições de ventilação ou climatização.

Esse é um problema que vem acontecendo há muito tempo e a prefeitura, tanto quanto o Governo Estadual, estão demorando para resolver. “Na verdade a responsabilidade sobre esses alunos é do Estado. Como sabemos que nada seria feito, decidimos matricular as crianças e colocá-los para estudar naquelas salas. Mas todas foram reformadas para receber os alunos e as condições são confortáveis dentro do que foi possível fazer”, disse o secretário de Educação de sinop, Hedvaldo Costa.

Ele afirma que devido ao grande número de pessoas que chegam a Sinop, todos os dias, não é possível saber a quantidade de alunos que vão ocupar as escolas. “Como não sabemos para onde as novas famílias se dirigem no município, temos que esperar as matrículas serem feitas e então fazer o levantamento da necessidade de cada bairro”, ressaltou.

O secretário disse que irá efetuar um pedido ao prefeito Nilson Leitão, para a construção de mais uma escola no bairro, que hoje não tem salas de aulas suficientes para atender toda a demanda de alunos da região.

Só Notícias apurou que para a necessidade da região, neste ano, seria necessária a construção de uma escola com 8 salas de aulas, o que atenderia em torno de 800 alunos nos períodos matutino, vespertino e noturno. “Assim que o Nilson voltar de viagem vou fazer o pedido, mas não tenho certeza ainda se a escola será construída”.

Em Sinop existem 17 escolas municipais, entre essas algumas são extensões que funcionam em prédios alugados, pelo município. Aproximadamente 15 mil alunos estão matriculados na rede municipal de ensino.