Economia

Sudeco aprova verba para maior projeto de mineração de Mato Grosso; R$ 1,5 bilhão de investimentos

A Diretoria Colegiada da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) aprovou, esta semana, a continuidade de procedimentos que visam o aporte de recursos do Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO) em favor da empresa Nexa Recursos Minerais S/A. O investimento será destinado à execução do projeto de ampliação da capacidade de produção de minério, no município de Aripuanã, em Mato Grosso.  

O projeto terá investimento direto de R$1,5 bilhão e prevê a exploração e o beneficiamento de zinco, cobre e chumbo, na Serra do Expedito, na cidade mato-grossense. Por meio do FDCO, será garantido 7,5% do valor total do empreendimento (cerca de R$ 115 milhões). 

“Acreditamos no potencial desse empreendimento que promoverá a atração de investimentos para Mato Grosso, além de beneficiar a população com a geração de emprego e renda local”, ressalta o superintendente da Sudeco, Nelson Fraga, conforme divulgado pela assessoria da Sudeco.

Segundo o diretor de Implementação de Programas e Gestão de Fundos da Sudeco, Renato Lima, em 2019 a superintendência aprovou a carta-consulta do projeto da Nexa e garantiu o empenho do recurso. “Agora, com a aprovação da contratação da instituição financeira daremos o andamento em todos os trâmites para a liberação do recurso”, ressalta Lima.

Segundo a empresa Nexa, na fase de implantação do Projeto Aripuanã serão gerados aproximadamente 1.900 empregos diretos e indiretos. Já em operação, empregará cerca de 700 trabalhadores. O empreendimento está em fase de implantação e com as operações previstas para o início de 2022.

Redação Só Notícias (foto: reprodução)