Economia

Sorriso gera 448 vagas empregos impulsionado por 4 setores da economia

As empresas de diversos segmentos geraram mais empregos em Sorriso, no mês passado. Só Notícias constatou através dos dados o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia divulgados, ontem, que foram criadas 448 vagas mais, resultado de 1.525 carteiras assinadas e 1.077 funcionários mandados embora. Em maio, mesmo com as restrições devido ao Covid, o saldo positivo foi menor sendo geradas 155 vagas.

Em junho, a indústria foi o setor que mais contratou trabalhadores. Foram 174 a mais, diferença de 326 admitidos e 152 dispensados. Na sequência, aparece o comércio mesmo com horário reduzido de atendimento devido ao toque de recolher das 23h às 5h.  Foram geradas 109 vagas a mais, saldo de 475 contratações e 366 demissões.

O setor de serviços teve o terceiro melhor resultado com a geração de 105 postos de trabalho a mais, resultado de 460 contratações e 355 demissões.

Além disso, a agropecuária, uma dos principais pilares da economia local, gerou 65 vagas a mais, saldo de 133 admissões e 68 desligamentos.

A construção foi o único setor que teve resultado negativo na geração de empregos ao fechar 5 a mais.

Conforme Só Notícias já informou, em Sinop, os segmentos comerciais também reagiram e geraram 371 vagas, no mês passado. No mês de maio, ocorreu fechamento 55 vagas devido a forte pressão da pandemia.

Em todo o Estado foram geradas 6.790 vagas após reação dos principais setores da economia superando resultados negativos de meses anteriores por conta da pandemia da Covid.

Redação Só Notícias (foto: arquivo/assessoria - atualizada às 18h15)