Economia

Apoio aos caminhoneiros na BR-163 é necessário para manter abastecimento, diz presidente de cooperativa em Sinop

O presidente da Cooperativa do Caminhoneiros Autônomos de Sinop (Cooperlog), Cleomar José Immich disse, em entrevista, ao Só Notícias, que será fundamental a colocação de pontos de apoios aos caminhoneiros na BR-163, com acampamento de algum profissional do setor da saúde para analisar se apresentam ou não alguns dos sintomas do Coronavírus (Covid-19). “Criamos um grupo com representes das regiões de Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e Diamantino para se organizamos com as prefeituras para montar pontos de apoios para esses motoristas, que estão rodando na rodovia. Estamos tentando organizar isso com apoio também do Exército e ajuda de servidores da saúde. Já que não é possível fazer a triagem desses profissionais. Não temos como limitar e proibir o tráfego. Além disso, precisamos continuar recebendo essas cargas antes que esses caminhoneiros fiquem contaminados também”, disse Immich.

O presidente da Cooperlog reforçou ainda que quem está em casa de quarentena precisa se alimentar. “Por isso, passamos a trabalhar para flexibilizar o decreto municipal. Pela cooperativa, os motoristas estão liberados mas se quiserem trabalhar não podemos impedir. As pessoas precisam trabalhar para pagar suas contas. Temos que ter um meio-termo. Logo todos parando, vamos morrer de fome”.

Immich explicou que os caminhões precisam continuar rodando para fazer o transporte de produtos, alimentos e combustíveis. “Uma grande empresa aqui de Sinop fez a doação de álcool gel, mas se o motorista não transportar o produto até a empresa química não tem como produzir. A matéria-prima precisa vir para produzir o produto final. Depois, precisa ser distribuída. Logo começa a faltar combustível com todas essas restrições. As viaturas das forças de segurança precisam ser abastecidas, passar por reparos. Alguns serviços precisam continuar funcionando”.

Conforme Só Notícias já informou, a prefeita Rosana Martinelli informou  já está discutindo e planejando parceria com a concessionária que administra a BR-163 para orientação os caminhoneiros que passam pelo município para conscientizá-los das medidas de prevenção ao Coronavírus.

“Estamos pensando em fazer no ponto de apoio da concessionária, e conscientizar os caminhoneiros. Esse é um momento de unir em prol da vida de nossa população”. Uma das ideias iniciais é distribuir álcool em gel para os motoristas. “Dessa maneira protegemos esses profissionais tão importantes e consequentemente evitamos que a doença acabe se alastrando em nossa cidade”, anunciou, ontem à noite, durante reunião do gabinete de situação e enfrentamento.

Só Notícias/Cleber Romero (fotos: assessoria/arquivo)