Economia

Sinop: alimentação e saúde fazem inflação aumentar

A taxa de inflação em outubro, no município, medida pelo IPC Sinop foi 0,62% maior em relação ao mês anterior (setembro foi 0,42%). Com esse resultado, a inflação acumulada no ano subiu para 1,38%, e, nos últimos 12 meses, alcançou 2,42%. A constatação está na pesquisa mensal do CISE – Centro de Informações Socioeconômicas da Unemat Sinop. A taxa de inflação sinopense acompanhou a tendência do indicador nacional, dado que o IPCA, divulgado pelo IBGE para o mês de outubro foi de 0,45%.

A pesquisa constatou que as diferenças mais significativas sobre o índice de preços em Sinop foram decorrentes dos grupos de consumo – alimentação, com aumento de 0,16%, saúde, com aumento de 0,12% e educação que teve aumento de 0,15%. O grupo de consumo transporte apresentou um recuo de -0,11%. Já os demais grupos apresentaram variações relativamente pequenas em relação ao mês anterior.

 

 

Só Notícias (foto: divulgação/arquivo)