domingo, 23/junho/2024
PUBLICIDADE

Multinacional acerta compra de terreno para construir usina de milho em Sinop; obras começam em 2018

PUBLICIDADE

Os diretores de um grupo multinacional finalizaram, ontem, a compra de um terreno de 150 hectares, localizado às margens da BR-163, nas proximidades do bairro Alto da Glória, para instalação da maior usina de etanol de milho do Brasil. Serão investidos, no total, um valor entre R$ 450 milhões e R$ 500 milhões. Os representantes da empresa anunciaram, hoje, que as obras estão previstas para começar em janeiro de 2018. A inauguração deve acontecer em julho do ano seguinte.

A prefeita Rosana Martinelli (PR) confirmou, em entrevista coletiva, que a prefeitura irá oferecer incentivos para a empresa, conforme combinado em negociações que ocorriam há vários meses. “Eles solicitaram isenção do ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) e ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis). Em breve estaremos encaminhando para a câmara de vereadores. Mas a gente percebe o retorno que isso vai ter. São aproximadamente 3 mil empregos diretos e indiretos na região do Alto da Glória”.

Rosana explicou que é esperado um rápido desenvolvimento da região onde a usina irá se instalar. “Muitas pessoas virão. Mão-de-obra qualificada. Acabará proporcionando um aquecimento da nossa economia, em materiais que serão adquiridos no comércio. Principalmente o emprego que gerará, já que desde fevereiro a empresa estará contratando pessoas. Quando uma empresa deste porte se instala, com certeza, outras virão”.

A prefeita ainda garantiu que, conforme previsão de aumento populacional, haverá instalação de infraestrutura adequada para os moradores da região. “Estaremos adequando conforme a realidade (se referindo à instalação de creches, escolas e unidades de saúde). Estaremos contemplando também o Alto da Glória com outros benefícios. Já sentamos com a Odebrecht (que detém a concessão da BR-163) para instalar uma passarela em frente à escola do bairro, pois haverá aumento no fluxo de caminhões”.

Além da logística e disponibilidade de matéria-prima, o diretor-executivo da multinacional, José Odvar Lopes, revelou que a escolha de Sinop também se deu por critério populacional. “São dois anos que estamos procurando um local para instalação na região de Mato Grosso. A cidade que mais se aproximou foi Sorriso. Depois viemos para Sinop e as coisas foram dando certo, devido a população da cidade que é bastante grande”.

Odvar ainda detalhou a projeção de produção feita pelo grupo empresarial para a implantação da usina, que deve absorver 1 milhão de toneladas de milho na região por ano. “Vamos fabricar etanol, proteína (DDGS para ração animal) e óleo de milho. Nosso foco é mais o mercado interno (se referindo ao etanol). Nos próximos dez anos talvez a gente pense em exportação. O óleo certamente será exportado. (A matéria-prima) Virá, com certeza, de Sinop e cidades vizinhas”.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Daniel Brolese, e a prefeita estavam articulando os investimentos, com o grupo em Sinop, desde fevereiro passado.

Conforme Só Notícias já informou, a confirmação da instalação da usina em Sinop havia sido dada ao governador Pedro Taques na semana passada, em reunião com os executivos da multinacional. A obra "é considerada um padrão de usina grande, praticamente um padrão americano”, disse o diretor-executivo Rafael Ranzolin após a audiência com Taques. “Escolhemos Mato Grosso pelo mercado gigante de matéria prima. Estamos trabalhando nos detalhes finais, estávamos atuando na esfera municipal, agora estamos na estadual para entrarmos realmente com o pé direito e gerarmos emprego e renda para o Estado e para o país”.

Para convencer os empresários a investir no Estado, o governo do Estado recorreu a programa de incentivos à instalação de indústrias. O secretário estadual de Desenvolvimento, Carlos Avalone, expôs que houve redução de 25% do ICMS para 7%, tornando a indústria competitiva em relação às indústrias dos outros estados.

Mato Grosso produziu, na última safra, mais de 30 milhões de toneladas de milho. 

(Atualizada às 16:54h)

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Começa consulta a segundo lote de restituição do Imposto de Renda

Cerca de 5,75 milhões de contribuintes que entregaram a...

Nova Mutum define nova área para pesquisas no agro

A prefeitura outorgará a concessão de terreno público (arrendamento)...

Vendas no comércio varejista em Mato Grosso voltam a aumentar

As vendas no comércio varejista em Mato Grosso tiveram...
PUBLICIDADE