Economia

Lucas do Rio Verde volta a contratar mais funcionários e construção civil se destaca

Lucas do Rio Verde voltou a ter saldo positivo na geração de empregos com carteiras assinadas. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), em abril, as empresas e indústrias de todos os segmentos empregaram 163 funcionários a mais, resultado de 1.261 admissões e 1.098 demissões. Em março, o saldo foi negativo com 63 trabalhadores demitidos a mais. 

No mês passado, o setor da construção civil foi o que mais contratou trabalhadores em Lucas do Rio Verde. Foram 56 vagas a mais, resultado de 259 contratos assinados e 203 demissões. O segundo melhor resultado ocorreu nos serviços com 50 vagas a mais, resultado em 293 contratos formalizados e 243 finalizados.

Na sequência, aparece o comércio que empregou 49 funcionários a mais, resultado de 331 admissões e 282 demissões. A indústria de transformação abriu 48 vagas a mais, saldo de 268 contratos formalizados e 220 demissões. Já os serviços industriais de utilidade pública abriram uma vaga.

Por outro lado, a agropecuária foi o setor que mais demitiu trabalhadores. Foram 40 vagas a mais, resultado em 145 demissões e 105 admissões.

Só Notícias constatou ainda que as empresas e indústrias de Lucas do Rio Verde geraram em um ano, 581 vagas de trabalho, diferença de 5.669 contratos assinados e 5.088 rescisões. Nos últimos 12 meses, foram abertas 1.714 vagas, diferença de 15.382 contrações e 13.668 demissões.

Conforme Só Notícias já informou, Mato Grosso voltou a gerar mais vagas de empregos com carteiras assinadas. Foram 2.106 a mais, resultado de 32.406 contratados e 30.300 demitidos.

Em Cuiabá, foram criadas 469 vagas a mais, resultado de 6.690 contratações e 6.221 demissões.O município de Sinop teve pelo terceiro mês seguido saldo positivo na geração de empregos com contração de 335 pessoas a mais. Sorriso voltou a ter saldo positivo ao gerar 149 vagas a mais, em abril.

Redação Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)