Economia

Lucas do Rio Verde deve começar esse semestre a construir nova pequena central hidrelétrica

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Paulo Franz, disse que Lucas do Rio Verde já recebeu dos órgãos competentes a autorização para iniciar as obras de mais uma pequena central hidrelétrica, com capacidade para gerar até 28 megawatts de energia. O novo empreendimento terá características semelhantes da existente em uma área no rio Verde, conhecida como “Canoa Quebrada”.

As obras devem começar ainda neste primeiro semestre.  Segundo Franz, a nova usina terá capacidade de gerar energia suficiente para abastecer uma cidade de até 100 mil habitantes. Ainda não há previsão de valor de investimento para a construção.

Ainda de acordo com o secretário, outro objetivo da atual gestão é incentivar a vinda de novas indústrias e aumentar a geração de emprego e renda. “Nós acreditamos na economia forte e entendo que você ajuda um povo, ou alguém, trazendo oportunidades”, garantiu.

Ele garantiu que já fez contato com empresas e algumas demonstraram interesse em se instalar em Lucas. “Já existe algumas coisas concretas acontecendo. Entendemos que o gestor público precisa pensar grande. Principalmente com a possibilidade da chegada desse complexo ferroviário, Lucas do Rio Verde irá mudar para sempre e a instalação novas e grandes indústrias aqui é algo que vamos viabilizar” completou o secretário.

A usina da Canoa Quebrada está localizada a cerca de 35 quilômetros da região central de Lucas do Rio Verde, e o trevo de acesso fica na MT-449. O reservatório ocupa área de aproximadamente 1.050 hectares e a barragem, com 820 metros de comprimento, tem uma altura de 34 metros.

São duas comportas de controle do excedente de água não utilizada pelas turbinas. À época, o investimento para implantação foi de aproximadamente R$ 116 milhões.

Redação Só Notícias e Altair Anderli, de Lucas do Rio Verde (foto: assessoria/arquivo)