Economia

Índice de custo de vida de Sinop apresenta variações

Devido a crise do agronegócio da região e que acaba afetando de uma forma geral todos os segmentos econômicos de Sinop, o índice do custo de vida (ICVS) nos últimos 3 meses apresentou grandes variações. Em fevereiro e março deste ano o ICVS foi praticamente igual ao INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). já em abril foi quase a metade.

Como Só Notícias já informou, o ICVS em fevereiro foi 0,34%, o INPC foi 0,44%; em março o ICVS foi maior que o INPC, 0,74% e 0,73%, respectivamente. No mês passado, o ICVS teve uma queda considerável, 0,41%, o INPC teve um acréscimo, 0,91%. O departamento de economia da Unemat, responsável pela pesquisa do índice do custo de vida em Sinop, acredita que essa queda, aconteceu por causa da baixa de preços dos produtos eletro-eletrônicos e artigos para o lar, em função de promoções que vem sendo feitas pelo comércio local, com o intuito de atrair o público, mesmo em época de crise.

Com esses índices a inflação de Sinop também apresentou variações se comparada a nacional. No município foi registrada em 1,49% e nacionalmente em 2,08%.
Para fazer o levantamento do ICVS são distribuídos, mensalmente, questionários nas escolas de Sinop e somente as respostas de famílias com renda de até R$ 2.080 são analisadas. Nos questionários as famílias respondem os produtos que consomem, o que têm nas residências, enfim, todos os gastos do dia-a-dia. Esse consumo é dividido em nove grupos. Destes, são selecionados subgrupos, logo, itens e então subitens. Em seguida é feito o levantamento dos preços e o peso de cada grupo dentro do orçamento de cada família. Os nove grupos são alimentação e bebidas, habitação, artigos de residência, vestuário, transportes, saúde e cuidados pessoais, despesas pessoais, educação e comunicação.