Economia

Empresas de Mato Grosso terão certificado de responsabilidade

A Assembléia Legislativa faz hoje uma audiência Pública para discutir os termos de criação do Certificado de Responsabilidade Social do Estado de Mato Grosso.
A iniciativa conta com a parceria da Federação das Indústrias (Fiemt), e visa reconhecer, anualmente, as empresas, órgãos públicos e demais entidades com sede local, que apresentem seu balanço social do exercício anterior.

Para o deputado Humberto Bosaipo, autor do projeto, a preocupação com a responsabilidade social é crescente no mundo empresarial e estaremos atribuindo um reconhecimento àquelas que se destacarem no engajamento com o social. “Vamos dar incentivo para que as empresas cada vez mais se comprometam com o trabalhador, com a sociedade e com a comunidade na qual ela está inserida”, afirmou.

O projeto prevê que para fazer jus ao certificado a empresa deverá apresentar o balanço social, ou seja, um documento assinado por técnico contábil, e pelo qual as empresas e demais entidades apresentam dados que permitam identificar o perfil da sua atuação social durante o exercício anual.

Serão observadas, as qualidades de suas relações com os empregados, o cumprimento das cláusulas sociais, a participação dos empregados nos resultados econômicos e as possibilidades de desenvolvimento pessoal , bem como a forma de interação das empresas e de demais entidades com a comunidade e sua relação com o meio ambiente.

Dentre aquelas que apresentarem o balanço, o parlamento deverá eleger as que mais apresentarem projetos de destaque e conceder, também anualmente, o Troféu Responsabilidade Social. Para competir ao troféu, as empresas serão classificados em oito categorias, sendo: micro e pequena empresa, média empresa, grande empresa, Ongs que desenvolvem projetos sociais, Ongs que desenvolvem projetos culturais, Ongs que desenvolvem projetos de turismo e meio ambiente, Ongs que desenvolvem projetos educacionais e órgãos públicos.