terça-feira, 21/maio/2024
PUBLICIDADE

Exportações feitas por indústrias de Sinop acumulam alta no bimestre

PUBLICIDADE

Sinop exportou 85,13% a mais até o final do mês passado na comparação com o mesmo período de 2008. Os embarques de grãos, carne, madeira e outros produtos para clientes no exterior avançaram de US$ 13,2 milhões para US$ 24,4 milhões, segundo apontou o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Só Notícias apurou que o resultado deixou o município na décima posição do ranking estadual.

Os produtos oriundos do agronegócio e do setor madeireiro encabeçaram a lista dos componentes mais negociados. Apenas de milho em grão, exceto para semeadura, foram exportados US$ 11,6 milhões entre janeiro e fevereiro. O total é 180% superior ao mesmo comercializado em 2009 quando alcançaram US$ 4,1 milhões.

As exportações de soja também cresceram 29%. Até fevereiro, negociou-se equivalente a US$ 9,6 milhões. No primeiro bimestre de 2008 haviam sido US$ 7,4 milhões. O melhor desempenho ficou com a venda de madeiras compensadas, folheadas ou estratificadas. Passou de US$ 154,7 mil a US$ 1 milhão, conforme aponta o ministério. Isto representa um incremento de 590% ante uma época e outra.

No primeiro bimestre o Irã assumiu a posição de principal comprador da matéria-prima sinopense. Sozinha importou US$ 10,8 milhões. A participação da China, que tradicionalmente figura na posição de destaque, foi inferior: US$ 3,4 milhões. Já a Espanha importou US$ 3,3 milhões.

Tratando do desempenho por bloco econômico o primeiro lugar foi ocupado pelo Oriente Médio (US$ 11,1 milhões), seguida pela União Europeia (US$ 7,6 milhões) e Ásia (US$ 5 milhões).

 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

IPVA em Mato Grosso com 10% de desconto à vista vence dia 29

O prazo para pagar o Imposto sobre a Propriedade...

Termina hoje prazo de renegociação do Desenrola Brasil

Os devedores de até R$ 20 mil que ganhem...

Nova Mutum acumula R$ 1,6 bilhão em negociações no exterior

As indústrias em Nova Mutum embarcaram 3,5% dos produtos...
PUBLICIDADE