Economia

Aumenta mais de 9,5% número de denúncias no Procon de Nova Mutum; assuntos financeiros lideram

O número de denúncias e reclamações feitas por clientes insatisfeitos no Órgão de Defesa do Consumidor de Nova Mutum aumentou 9,5%. De janeiro até agora, foram 1,282 atendimentos. No ano passado, 1,160. Consta no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), que o setor de assuntos financeiros lidera o ranking com 31,34%. Na sequência, aparecem produtos (22.28%), telecomunicações (19,38%),  serviços privados (16,67%), serviços essenciais (7,52%), habitação (1,45%), saúde (1,18%) e alimentos (0,18%).

Só Notícias constatou ainda que a telefonia celular está entre os assuntos mais demandados com 107 (9,69%) denúncias e reclamações com cobrança indevida, abusiva, valor, reajuste, contrato, cancelamento de serviço, demora no atendimento, não envio do comprovante e vício de qualidade.

O banco de dados e cadastros de consumidores (SPC, Serasa, SCPC) tiveram 71 queixas de consumidores (6,43%) com consumidor negativado indevidamente nos serviços de proteção ao crédito, cálculo de prestação em atraso, cobrança indevida, abusiva, cumprimento, alteração, transferência, irregularidade, rescisão.

Já o terceiro assunto mais demandado é com os aparelhos celulares. São 64 (5,80%) consumidores que procuraram o Procon para reclamar de produto com vício, demora na entrega do produto, garantia, desistência de compra, cancelamento de compra e venda enganosa

Ainda de acordo com a Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor, 56,47% das reclamações em Nova Mutum foram feitas por homens com idades de 31 a 40 anos.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: assessoria/arquivo)