Economia

Agropecuária impulsiona e Nova Mutum têm novo saldo positivo na geração de empregos

O município de Nova Mutum teve novo resultado positivo na geração de empregos com carteiras assassinadas. Em setembro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), foram geradas 29 vagas a mais, resultado de 686 contrações e 657 demissões feitas por empresas e indústrias de todos os segmentos. Em agosto, o resultado também foi positivo com 17 contratados a mais.

Só Notícias constatou que, no mês passado, a agropecuária liderou as contratações de trabalhadores. Foram 32 a mais resultado de 169 funcionários admitidos e 137 mandados embora. O segundo melhor resultado foi da indústria de transformação com 25 vagas a mais, saldo de 123 admissões e 98 demissões.

Na sequência, o comércio gerou 4 a mais, resultado de 162 contratos formalizados e 158 encerrados. Já a construção civil  e extrativismo mineral gerou uma vaga cada a mais. Por outro, o comércio encerrou 34 vagas a mais, resultado de 215 demitidos e 181 contratados.

Com esse resultado, as empresas e indústrias de todos os segmentos de Nova Mutum geraram, de janeiro a setembro, 508 empregos a mais, resultando em 6.860 admissões e 6.352 desligamentos. Em 12 meses, foram criados 391 postos de trabalho.

Conforme Só Notícias já informou, Lucas do Rio Verde gerou, pelo quinto mês consecutivo, mais empregos com carteiras assinadas, em setembro. Foram criadas 429 vagas a mais.

O município de Sorriso teve em setembro mais um saldo positivo na geração de empregos de 296 vagas de empregos.

Sinop teve pelo 8º mês seguido saldo positivo na geração de empregos e no mês passado gerou 114 empregos a mais.

Em todo Mato Grosso foram criadas 2.898 vagas a mais, resultado de 33.726 trabalhadores contratados e 30.828 demitidos.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: assessoria/arquivo)