Agronotícias

Ritmo da venda de milho em Mato Grosso diminui devido a queda nos preços

A comercialização de milho feita mês passado, em Mato Grosso, para a safra 2018/19 apresentou avanço de 4,18 pontos percentuais em relação ao mês de julho, alcançando 87,40% da produção já negociada. O ritmo no fechamento de negócios desacelerou, em virtude da queda nos preços do cereal, aumento da oferta no mercado disponível em Mato Grosso e da retração nas cotações no mercado internacional. A análise foi divulgada, ontem à tarde, pelo IMEA – Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária, em seu boletim semanal.

“Apesar da queda nas cotações da Bolsa de Chicago, o dólar exibiu a maior valorização mensal desde o início do ano, contribuindo para o fechamento de novos contratos. Com isso, o preço mensal fechou em R$ 21,10/saca,queda de 6,16% ante ao mês de julho. Já a safra 19/20 alcançou 35,84% da safra já comercializada até o mês de agosto,avanço mensal de 3,46 pontos percentuais. Assim, visto que grande parte dos contratos realizados em agosto se deu pela maior procura dentro do estado, com destino para a produção de etanol, os produtores se atentam a esse cenário para o travamento dos custos para a nova safra”.

O IMEA constatou também que “a demanda pelo milho no mercado interno fortaleceu a indicação de melhores preços em algumas praças.Com isso, o preço do cereal em Mato Grosso apresentou um aumento semanal de 0,65%e fechou com cotação média de R$ 23,28/saca”.

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)