Agronotícias

Plantio da soja começa ‘lento’ mas ritmo deve ser acelerado em poucos dias no Nortão

A semeadura de soja foi feita, até agora, em apenas 0,75% das áreas. O levantamento foi divulgado, ontem à tarde, pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA). O menor volume de chuvas até então atrasou os trabalhos a campo, que estão 1,93 ponto percentual abaixo da média dos últimos cinco anos.

“Como a previsão para os próximos 30 dias (Tempo Campo) indicam chuvas entre 25 e 50 milímetros para a maior parte do Estado, os trabalhos podem acelerar nas próximas semanas, principalmente na região Norte, em que os volumes podem superar os 100 milímetros. Aliás, uma das situações que pode ocorrer é a concentração da semeadura em poucos dias, o que poderá levar à concentração da época de desfolha e maturação da soja”, acrescenta o instituto.

“Se ocorrer uma concentração de chuva intensa próximo da colheita”, pode ter efeitos negativos. “Porém, o agricultor costuma escalonar o cultivo da soja de acordo com o ciclo de cada cultivar, sem falar da tendência crescente do uso de cultivares de ciclo super precoce, o que pode amenizar esse possível problema”, conclui o boletim da soja do IMEA.

Mato Grosso plantar mais de 10,2 milhões de hectares e a estimativa é de 35,18 milhões de toneladas.

Só Notícias (foto: arquivo/Lucas Ninno/assessoria)