Saúde

Unidades de saúde podem paralisar atendimentos em Alta Floresta

O atendimento das unidades de saúde de Alta Floresta (297 quilômetros de Sinop) pode ser paralisado em decorrência do vencimento do contrato de prestação de serviço feito com os profissionais da área. A informação foi divulgada, hoje, pela secretária Roberta Cordeiro, que, junto com uma equipe de diretores da pasta, se reuniu com vereadores, na câmara municipal.

De acordo com a assessoria do Poder Legislativo, a secretária expôs durante a reunião, que durou aproximadamente duas horas, que a suspensão dos atendimentos pode ocorrer a partir da próxima quinta-feira (2). Conforme a gestora, o prefeito Asiel Bezerra, no entanto, teria proposto a assinatura de um termo aditivo para prorrogar, por mais 60 dias, a vigência dos contratos dos profissionais, como odontologistas e médicos.

A secretária, segundo a assessoria, também chamou a atenção dos vereadores para o corte de repasses federais para cinco unidades de saúde. Conforme a secretaria de saúde, o corte de R$ 120 mil aconteceu por questões administrativas incompatíveis com as normas do Ministério da Saúde.

O presidente da câmara, Emerson Sais Machado (MDB), confirmou que irá convocar o prefeito Asiel Bezerra de Araújo e a vice-prefeita, Marineia da Silva Munhoz, para uma reunião com todos os vereadores para buscar uma solução para os problemas do setor.

Redação Só Notícias