Saúde

Sorriso: programa Remédio em Casa atenderá moradores de todos os bairros a partir de setembro

O programa que entrega medicamento em casa está atendendo 450 pacientes sorrisenses, de baixa renda, que residem em vários bairros. Em setembro, a secretaria de Saúde prevê atender todos os bairros. Hoje, somente os pacientes dos PSFs Centro Sul e da Área Descoberta não recebem o medicamento em casa.

São atendidas pessoas com diabetes/hipertensão acima de 60 anos e usuários de pelo menos um medicamento de uso contínuo que integre o programa, além de atender também pessoas com dificuldades de locomoção e ou que apresentam restrições – acamados, dificuldade física de locomoção, deficiência física, síndrome de imobilidade ou uso de prótese, ou órtese que exija acompanhante, além de quem deficiência visual que precisa de cuidador.

A inclusão do usuário no programa é realizada pela Unidade de Saúde em que a pessoa é atendida. O paciente ou familiar devem procurar o enfermeiro da unidade ou o agente comunitário de saúde da área que reside para se cadastrar. “A partir da inclusão no programa, mensalmente o paciente recebe o medicamento e assina o comprovante. O entregador conversa, afere a pressão quando é necessário e nos traz as informações individualizadas de cada paciente. É um excelente canal de comunicação”, diz. “O programa tem um impacto positivo na vida desses pacientes; o tratamento contínuo reduz o risco de eventos cardiovasculares e traz a comodidade de receber o medicamento em casa”, explica, através da assessoria, o coordenador do Remédio em Casa, Paulo Henrique Bourscheid.

De janeiro a junho foram 2.045 entregas com o investimento de R$ 30,9 mil, recursos próprios da prefeitura.

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)