Saúde

Sorriso aumentará fiscalização para coibir queimadas urbanas

Começa nesta semana, em Sorriso, uma campanha de conscientização contra o fogo, objetivando diminuir focos de incêndio dentro da cidade e na área rural. O secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Fabiano Marson, destacou que a fiscalização vai ser ampliada. “A legislação proíbe a queima de lixo e folhas. Orientaremos a população sobre o destino adequado para estes entulhos”, afirmou.

Os munícipes que desobedecerem, poderão serem multados. “Não é essa nossa intenção, só que às vezes é necessário. Vamos distribuir material educativo e fazer palestras, para conscientizar sobre os transtornos que os incêndios urbanos causam, prejudicando a saúde, o meio ambiente e ainda podendo provocar acidentes”, enfatizou.

O número de casos de pessoas com doenças respiratórias cresce nesse período e se agrava com a grande quantidade de fumaça no ar causado pelas queimadas urbanas.
Na época da estiagem, quando as folhas das árvores acabam servindo de combustível para inúmeras fogueiras por toda a cidade. Aproveitando o fogo, as pessoas resolvem queimar de tudo, tal como lixo e pneu. Os resíduos que ficam no ar são respirados e se instalam nos pulmões, garganta, nariz, olhos. As quedas de temperatura aliadas ao aumento de fumaça agravam as doenças respiratórias, trazendo alto custo para a saúde pública, um dinheiro que poderia estar sendo aplicado em outras áreas.