Saúde

Casos de Coronavírus sobem para 263 em Mato Grosso; 153 recuperados e 11 mortes 

A secretaria Estadual de Saúde  informou, há pouco, que subiu para 263 o número de casos de Coronavírus em Mato Grosso. As novas confirmações da doença são em Cuiabá (1), Lucas do Rio Verde (2), Confresa (2), Nova Mutum (1) e Jangada (1). Desses, 83 estão em isolamento domiciliar e 153 estão recuperados. Há ainda 16 pacientes hospitalizados, sendo 11 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e cinco em enfermaria. Desde o início da pandemia, foram registrados 11 óbitos no Estado.

Os casos confirmados estão em Cuiabá (127), Rondonópolis (38), Sinop (19), Várzea Grande (12), São José dos Quatro Marcos (6), Primavera do Leste (6), Mirassol D’Oeste (6), Cáceres (6), Tangará da Serra (5), Lucas do Rio Verde (3), Confresa (3), Barra do Garças (3), Rio Branco (2), Poconé (2), Nova Mutum (2) e Aripuanã (2).

As cidades de Vila Bela da Santíssima Trindade , União do Sul, Querência, Pontes e Lacerda, Pontal do Araguaia, Nova Monte Verde, Lambari D’Oeste, Jangada, Jaciara, Ipiranga do Norte, Conquista D’oeste, Canarana, Campo Novo do Parecis, Alta Floresta tem um caso cada. Já outros 7 são residentes de outros Estados .

A secretaria também informou  que a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe, atualmente, de 99 leitos de UTI e 402 leitos de enfermaria especificamente para pacientes com coronavírus no Estado.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 57% dos diagnosticados são do sexo feminino e 43% masculino; além disso, 127 pacientes têm faixa-etária entre 36 a 55 anos. O documento ainda aponta que um total de 1.927 amostras já foram processadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) e que, atualmente, restam 25 amostras em análise laboratorial.

Conforme Só Notícias já informou, a última morte ocorreu em Sinop e foi confirmada pela secretaria municipal de Saúde, ontem, no final da tarde. Francisco dos Santos,  de 61 anos,  no Hospital Regional. Ele era hipertenso e diabético, estava internado desde o dia 14 abril, quando teve amostra colhida e encaminhada ao Laboratório Central de Saúde Pública do Mato Grosso.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)