Saúde

Cai de 50 para 42 número de cidades com risco muito alto da Covid; Cuiabá, Sinop, Lucas e Mutum permanecem

A secretaria estadual de Saúde atualizou, há pouco, a situação epidemiológica da classificação de “risco muito alta” de contágio do Coronavírus onde estão inseridos 42 municípios:  Sinop, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Carlinda, Cláudia, Paranaíta, Peixoto de Azevedo, Alta Floresta, Cuiabá, Várzea Grande,  Alto Paraguai, Brasnorte, Cáceres, Campo Novo do Parecis, Campo Verde, Marcelândia, Matupá, Diamantino, Guarantã do Norte, Itanhangá, Jangada, Juara, União do Sul, Juruena, Juscimeira, Mirassol D’Oeste, Nova Marilândia, Canabrava do Norte, Canarana, Novo São Joaquim, Planalto da Serra, Poconé, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Querência, Rondonópolis, Santa Terezinha, Santo Antônio do Leste, São José do Povo, São José do Xingu, Sapezal, Torixoréu.

De acordo com a classificação de risco é que os municípios devem adotar medidas mais severas ou flexíveis (definidas no decreto estadual 874) em relação ao combate a pandemia. As com risco muito alto, por exemplo, devem adotar quarentena de 10 dias, medida impositiva definida pelo Tribunal de Justiça. Só empresas definidas como atividades e serviços essenciais devem funcionar.

Na categoria de “risco alto” para a contaminação do coronavírus aparecem Acorizal, Água Boa, Alto Araguaia, Alto Boa Vista, Alto Garças, Alto Taquari, Apiacás, Araguaiana, Araguainha, Araputanga, Arenápolis, Arupuanã, Barão do Melgaço, Barra do Bugres, Barra do Garças, Bom Jesus do Araguaia, Campinápolis, Campos de Júlio, Castanheira, Chapada dos Guimarães, Cocalinho, Colíder, Colniza, Comodoro, Confresa, Conquista D Oeste, Cotriguaçu, Curvelândia, Denise, Dom Aquino, Feliz Natal, Figueirópolis D Oeste, Gaúcha do Norte, General Carneiro, Glória D Oeste, Guiratinga, Indiavaí, Ipiranga do Norte, Itaúba, Itiquira, Jaciara, Jauru, Juína, Lambari D Oeste, Luciara, Nobres, Nortelândia, Nossa Senhora do Livramento, Nova Bandeirantes.

Estas cidades, de acordo com o decreto estadual, devem proibir qualquer atividade de lazer ou evento que cause aglomeração; proibir atendimento presencial em órgãos públicos e concessionárias de serviços públicos, devendo ser disponibilizado canais de atendimento ao público não-presenciais; adotar medidas preparatórias para a quarentena obrigatória, iniciando com incentivo à quarentena voluntária e outras medidas julgadas adequadas pela autoridade municipal para evitar a circulação e aglomeração de pessoas.

Além de Nova Brasilândia, Nova Canaã do Norte, Nova Guarita, Nova Lacerda, Nova Maringá, Nova Monte Verde, Nova Nazaré, Nova Olímpia, Nova Santa Helena, Nova Ubiratã, Nova Xavantina, Novo Horizonte do Norte, Novo Mundo, Novo Santo Antônio, Paranatinga, Pedra Preta, Pontal do Araguaia, Ponte Branca, Porto Alegre do Norte, Porto dos Gaúchos, Porto Esperidião, Porto Estrela, Poxoréu, Reserva do Cabaçal, Ribeirão Cascalheira,

Na mesma classificação aprecem Ribeirãozinho, Rio Branco, Rondolândia, Rosário Oeste, Salto do Céu, Santa Carmem, Santa Cruz do Xingu, Santa Rita do Trivelato, Santo Afonso, Santo Antônio do Leverger, São Félix do Araguaia, São José do Rio Claro, São José dos Quatro Marcos, São Pedro da Cipa, Serra Nova Dourada, Sorriso, Tabaporã, Tangará da Serra, Tapurah, Terra Nova do Norte, Tesouro, Vale de São Domingos, Vera, Vila Bela da Santíssima Trindade e Vila Rica.

Hoje, conforme Só Notícias já informou, o governador Mauro Mendes anunciou que o Estado está comprando 1 milhão, 201 mil e 500 doses da vacina Sputnik para imunizar mato-grossenses contra a Covid.

Redação Só Notícias (foto: Luiz Alves/assessoria)