Saúde

Sinop começa vacinar contra Covid pessoas com mais de 18 anos que tem deficiência permanente

A vacinação está avançando no grupo prioritário definido no plano nacional e começa a vacinar, em primeira dose, as pessoas com 18 anos ou mais que tenham alguma deficiência permanente,com  impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, “o qual, em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas. Neste grupo também estão os com limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas, de ouvir mesmo com uso de aparelho auditivo, de enxergar mesmo com uso de óculos, pessoas com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais, como trabalhar, ir à escola, brincar e que não fazem parte do Programa de Benefício de Prestação Continuada.

As pessoas ‘em situação de rua’,  que tenham entre 18 a 59 anos, também passam a ser imunizadas. As doses estão disponíveis nos 9 locais: Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) Alto da Glória, Camping Club, Nações, Palmeiras, Primaveras, Maria Vindilina II e o Centro Integrado de Atendimento Umuarama, das 7h às 10h30 e das 13h às 16h30; a UBS Sabrina das 8h às 11h30 e das 14h às 17h30; e o CIA Jacarandás, das 13h às 17h30.

É necessário apresentar documento oficial com foto, CPF ou cartão SUS, além do cartão de vacinação. Também é importante levar uma cópia de algum documento que comprove a condição de deficiência.

A secretaria municipal de Saúde informou que já foram aplicadas 33 mil doses (sendo 23,1 mil em primeira e 10,5 mil em segunda) e imunizados trabalhadores da área da saúde, idosos com 60 anos ou mais e idosos institucionalizados, além dos integrantes das forças de segurança e salvamento (policiais, bombeiros).

Está em andamento a vacinação para pessoas com 18 a 59 anos, com comorbidades, ou inscritas no Programa BPC, gestantes e puérperas acima de 18 anos com comorbidades por agendamento. Começou ontem o processo de vacinação dos trabalhadores da Educação.

Só Notícias(foto: Mayke Toscano/assessoria)