Saúde

Projeto Saúde com Alegria funciona também nos municípios de Sorriso e Colider

O Diário Oficial do Estado de Mato Grosso publicou, em sua edição do dia 27 de abril, a Portaria 053 na qual o secretário de Estado de Saúde, Marcos Henrique Machado, resolve implantar o Serviço de Humanização do Ambiente Hospitalar através do projeto “Saúde com Alegria” no SUS de Mato Grosso. O serviço fica vinculado à Coordenadoria de Humanização da Secretaria de Estado de Saúde. Na mesma edição do Diário Oficial a servidora Célis Nadine França de Souza foi nomeada coordenadora de Humanização.

A política de Humanização, preconizada pelo Ministério da Saúde, já vinha sendo desenvolvida pioneiramente em Mato Grosso através do projeto “Saúde com Alegria” desde o início do ano 2004. Consistiu na criação de um grupo de profissionais, intitulados de “Doutores Palhaços”, que foram encarregados de humanizar o ambiente hospitalar com visitas de suavização da situação pela qual passam os pacientes dos hospitais públicos. A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso foi a primeira a instalar o projeto, em todo o país. Agora, com a publicação no Diário Oficial, o serviço fica oficialmente vinculado à Superintendência de Desenvolvimento de Recursos Humanos.

A superintendente de Desenvolvimento de Recursos Humanos da Saúde, Tânia Maria Zulian Grosso, afirmou que “especialistas que trabalham com humanização são unânimes em afirmar que a mudança do ambiente hospitalar traz benefícios como redução do tempo de internação, aumento do bem estar geral dos pacientes e funcionários e até a diminuição de faltas de trabalho entre as equipes de saúde”.

Tânia Maria ressaltou que os profissionais de Mato Grosso “não são simples Doutores Palhaços. São arte educadores que usam cantigas regionais, instrumentos regionais, como a Viola de Cocho e o Ganzá, o falar cuiabano, a poesia, as lendas e a tradição regionais para tornar mais suave a convivência nos hospitais tanto para os pacientes quanto para o corpo clínico hospitalar”.

Daylana Marques Steinbeck, técnica da Coordenadoria de Humanização da Saúde, informou que o grupo de “Doutores Palhaços” é constituído, em Cuiabá, por cinco profissionais que criaram, cada um, um personagem específico para atuar como ‘doutor palhaço’. São eles: Noemi da Silva, que criou a personagem Doutora Pepita, Eunice Marial Dal Maso, que atua como a personagem Doutora Gata Bocaiúva, Edenilce Regina da Silva, com a personagem Doutora Jujuba Caju, Linda Maria de Araújo, que criou a personagem Doutora Milk Joaninha Pequi e Daniel Ferreira de Paula, que atua como o personagem Doutor Teço Peteleco Caju. Todos eles têm capacitação como arte educadores.

Em Cuiabá eles atuam junto aos Prontos Socorros de Cuiabá e Várzea Grande, Hospital Júlio Muller, Hospital Geral Universitário, Hospital do Câncer e na Santa Casa da Misericórdia.

O serviço também já funciona nos municípios de Rondonópolis, Sorriso, Cáceres e Colíder. “Nesses municípios”, explicou Daylana, “os profissionais optaram por criar famílias de personagens. Em Rondonópolis, por exemplo, atuando no Hospital Regional do município, trabalha a ‘família Dourado’”. Tânia Aparecida dos Reis Beth é a Doutora Pipoquita Dourado, Valdemir Delles é o Doutor Nhoque Dourado e Maria Célia de Moura é a Doutora Farfalita Dourado.

Em Sorriso, atuando no Hospital regional de Sorriso, é a “família Celesti” que humaniza o ambiente hospitalar. Geni Rissi é a Doutora Girassol Pétala Celesti, Laura Pereira é a Doutora Rosa Pétala Celesti e Josemar Cabral é o Doutor Tulipa Pétala Celesti.

Já em no Hospital Regional de Cáceres a “família Cabeça de Bagre é formada pelos profissionais Rodrigo César de Oliveira Carvalho, o Doutor DiArac Cabeça de Bagre, Maria Marta Lino de Oliveira Silva, Doutora Puxa Puxeira Cabeça de Bagre e Daniele Santos Bezerra, a Doutora Florisbela Maria Cabeça de Bagre.

No Hospital Regional de Colíder quem trabalha para suavizar o ambiente hospitalar é a família Karapá. Leiva Brizola é a Doutora Repilica Karapá, Joarez dos Santos é o Doutor Palerma Karapá e Lucinei Rodrigues dos Santos é a Doutora Pituka Karapá.