Saúde

Sorriso abre agendamento para vacinar crianças de 7 e 11 anos contra Covid  

A secretaria municipal de Saúde informou, há pouco, que diminuiu idade e, agora, os pais com filhos de 7 e 11 anos podem fazer agendamento da vacinação contra Covid. Inicialmente, a secretaria de Saúde está trabalhando com pontos exclusivos para a imunização nos Postos de Saúde do bairro Jardim Bela Vista e São Domingos. “Essa é uma das prerrogativas do Ministério da Saúde: as vacinas covid pediátricas não devem ser aplicadas no mesmo ponto em que as de rotina; além disso, não podem ser aplicadas em salas volantes”, explica o secretário-adjunto da pasta, Devanil Barbosa.

Ele afirmou ainda que há algumas peculiaridades no imunizante. “Primeiro: foi desenvolvido exclusivamente para o público infantil; além disso a dose aplicada é menor, de 0,2 ml (em adultos é de 0,3 ml) e a concentração da medicação equivale à 30% do imunizante adulto”, destacou Barbosa.

Outras recomendações também precisam ser observadas: além do cartão de vacinação é preciso que os pais ou responsáveis pelas crianças levem o CPF dos pequenos. Pais cujos filhos não tenham CPF é só procurar uma agência dos Correios para a confecção. “Os pais também podem verificar a certidão de nascimento dos filhos, desde 2014 o número consta na certidão”, disse o secretário de Saúde, Luís Fábio Marchioro.

A imunização dos pequenos iniciou na semana passada, contemplando crianças portadoras de comorbidades (doenças cardíacas, diabetes, que realizam quimioterapia e outras situações de acompanhamento contínuo) e deficiências permanentes. Quem integra esse público e não compareceu nos dois dias (18 e 19) de livre demanda, os pais ou responsáveis podem ligar no 3545-8100 para agendamento. No caso de crianças com comorbidades, há necessidade de apresentação do laudo médico. A segunda dose é aplicada em oito semanas.

Até o momento, Sorriso recebeu 610 doses pediátricas, o que equivale à 5,6% do total estimado pelo MS para o Município que é de 10.299 crianças de 5 a 11 anos.

Redação Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)