Saúde

Prefeitura de Peixoto comprará medicamentos e 5 mil testes da Covid-19

A prefeitura de Peixoto de Azevedo (200 quilômetros de Sinop) abriu licitação, na modalidade pregão eletrônico, que prevê a compra de diversos itens para enfrentamento do novo Coronavírus, como testes rápidos, azitromicina, hidroxicloroquina, dentre outros. Ao todo, pretende investir até R$ 1,1 milhão e a definição da empresa está prevista para o próximo dia 7.

São 5 mil testes rápidos para detecção da doença com previsão é que até R$ 667 mil sejam investidos na aquisição. É detalhado no edital que o produto deve ser da marca aprovada pela Agência Nacional De Vigilância Sanitária (Anvisa).

O executivo ainda pretende comprar 1,8 mil comprimidos de azitromicina 500 mg, com investimento de até R$ 2,2 mil (cada unidade é estipulada em até R$ 1,27). Assim como 1,8 mil comprimidos de hidroxicloroquina. A prefeitura prevê gastar até R$ 3,6 mil (R$ 2,04 cada unidade).

A intenção é adquirir também 5 mil máscaras de proteção respiratórias descartáveis, totalizando R$ 83 mil. Ainda prevê a aquisição de outras 20 mil máscaras triplas com filtro que proporciona eficiência de filtração bacteriana, com gasto de até R$ 69 mil.

A administração municipal ainda prevê a aquisição de 300 óculos de proteção, 100 protetores faciais, 200 pacotes de tocas cirúrgicas (cada um com 100 unidades), 400 sapatilhas descartáveis, luvas descartáveis, além de álcool em gel e 70%, dentre outros produtos. O fornecimento dos objetos ocorrerá, preferencialmente, de forma integral, porém, podendo ser de maneira parcelada, o mais breve possível. O prazo de entrega deve ser inferior a 30 dias a partir do momento da requisição da prefeitura.

Conforme Só Notícias já informou, o prefeito de Peixoto de Azevedo, Mauricio Ferreira de Souza, decretou, que todo o comércio feche às 20h30 no município e o toque de recolher inicia às 21h30 e termina às 5h. As exceções são apenas para postos de combustíveis, assistência médica, funerárias, segurança privada, hotelaria, farmácias e advogados no exercício da função. O decreto começa a valer hoje, vai até o dia 18 e faz parte das medidas de enfrentamento ao novo coronavírus e proíbe vender bebidas alcoólicas para consumo no local.

Em Peixoto 191 casos foram confirmados, 109 estão recuperados, 75 em isolamento, dois estão em UTIs, quatro em enfermarias e houve uma morte

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria/arquivo)