Saúde

Pastoral da Criança atende mais de duas mil crianças em Sinop

Cerca de 2.072 famílias foram atendidas pela Pastoral da Criança nos três primeiros meses de 2005 em Sinop, abrangendo um total de 2.290 crianças e 99 gestantes. Segundo a coordenadora, Irmã Fábia Hille, o atendimento é para crianças de famílias carentes, desde a gestação até os seis anos de idade. É feito trabalho de orientação e acompanhamento para evitar desnutrição e doenças.

100 voluntárias trabalham com as famílias em mais de 40 bairros da cidade fazendo visitas mensais e a pesagem mensal das crianças para saber se estão com o peso normal. As mães recebem orientações de higiene e cuidados com a saúde das crianças. Elas acompanham se as crianças tomam todas as vacinas previstas em suas respectivas idades e fazem acompanhamento de gestantes pelo pré-natal.

“Sinop cresceu muito e também aumentou o número de desigualdades”, disse Irmã Fábia, relatando que dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam que, em 2000, existiam em Sinop 2.605 crianças de famílias que recebiam menos de dois salários mínimos, e que esse número tem aumentado. Mas a irmã ressalta que todas as crianças até os seis anos podem ser acompanhadas pela pastoral.