Saúde

Mato Grosso retoma transplante de rins e homem que esperava há 1 ano descreve ‘milagre grande’

A Central Estadual de Transplantes da secretaria estadual de Saúde mediou um transplante de rim no último sábado, em hospital, em Cuiabá,  credenciado pelo SUS para esse procedimento. O órgão foi ofertado via Central Nacional de Transplantes (CNT), sendo que o rim foi disponibilizado de doador de outro Estado beneficiando um paciente de Barra do Garças que ficou um ano e meio na fila nacional de transplante.

O paciente transplantado, Gerson Roberto da Silva, conviveu por oito anos com os sintomas, que o obrigaram a parar de trabalhar para tratar da saúde. “Eu pesava 90 kg antes da doença nos rins. Quando os sintomas surgiram, cheguei a pesar 35 kg e passei a fazer hemodiálise. Recebi um milagre muito grande com o tratamento e agora com o transplante”.

De acordo com a equipe médica, o procedimento de transplante durou cerca de cinco horas e o paciente segue em recuperação e adaptação. “Que Deus dê um lugar bom no céu para a pessoa que fez a doação do rim, que sei que uma parte dessa pessoa vai continuar vivendo aqui dentro de mim. Eu agradeço por esse momento, que é gratificante para mim e para toda a equipe de profissionais que me atendeu”, declarou Gerson.

O receptor do rim passou por uma série de exames, dentre eles o PCR, para a possível detecção da Covid-19. A medida é necessária como forma de monitorar a saúde do paciente que será transplantado.

“Em janeiro, o governo teve a felicidade de anunciar a retomada do transplante de rim pelo SUS em Mato Grosso, após cerca de dez anos paralisado. Agora, este procedimento marca a retomada do serviço, que foi prejudicado pela alta nos casos da Covid-19 no Brasil. As equipes do Estado não mediram esforços para que esse procedimento fosse realizado”, disse o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, através da assessoria.

Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)