Saúde

Mais duas pessoas morrem com Coronavírus em Mato Grosso e número de vítimas sobe para 32

Subiu para 32 o número de óbitos em decorrência da doença, em Mato Grosso. A confirmação foi feita, há pouco, pela secretaria estadual de Saúde, que notificou nas últimas 24 horas as mortes de um menino, de 8 meses, em Alto Boa Vista (1.080 km de Cuiabá na região Araguaia), que não tinha doença preexistente, e outra em Cáceres de uma mulher, de 67 anos, com hipertensão e diabetes.

Hoje surgiram 65 novas confirmações em Cuiabá (16), Várzea Grande (8), Barra do Garças (5), Jaciara (5), Rondonópolis (4), Peixoto de Azevedo (3), Nova Mutum (3), Confresa (3), Sinop (3), Campo Verde (2), Alto Boa Vista (1), Cáceres (1), Campos de Júlio (1), Jauru (1), Poconé (1), Primavera do Leste (1), Querência (1), Rosário Oeste (1), São Pedro da Cipa (1), Sapezal (1), Sorriso (1), Tangará da Serra (1) e Vila Rica (1).

Com esses novos casos, o Estado chegou aos 1.005 infectados com a doença, sendo que 522 deles estão em isolamento domiciliar e 363 estão recuperados. Há ainda 88 pacientes hospitalizados, sendo 45 em Unidade de Terapia Intensiva e 43 em enfermaria.

Cuiabá tem 161 positivos, 143 curados e 5 falecidos
Rondonópolis 49 casos, 45 recuperados e 3 óbitos
Várzea Grande 62 infectados, 19 recuperados e 4 mortos
Barra do Garças registra 44 positivos, 13 recuperados e 3 morreram
Sinop 12 positivos, 18 curados e duas mortes
Lucas do Rio Verde 25 casos, 5 recuperados e duas mortes
Primavera do Leste 31 infectados e 9 não tem mais a doença
Rosário Oeste 26 casos
Sorriso 19 positivos 9 curados
Tangará da Serra 24 positivos e 11 curados
Cáceres 9 confirmados, 7 curados e 3 mortes
Peixoto de Azevedo está com 4 casos positivos e 14 recuperados
Nova Mutum tem 5 com a doença – 9 curados e uma morte

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 50% dos diagnosticados são do sexo feminino e 50% masculino; além disso, 281 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 4.178 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) e que, atualmente, restam 110 amostras em análise laboratorial.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)