Saúde

Mais de 600 gestantes já foram incentivadas ao pré-natal pela saúde de Sinop em 2005

Desde 2002 a Secretaria Municipal de Saúde de Sinop, criou um programa que visa incentivar as gestantes do município a fazer corretamente o pré-natal durante os nove meses de gravidez. Em maio deste ano, após o dia das mães, o programa foi reforçado e até o momento 694 gestantes já foram atendidas nos postos de saúde da família e no Pronto Atendimento de Sinop. O programa consiste em palestras sobre os cuidados na gestação, alimentação, exames e doenças.

“Em alguns casos, têm mães que são portadoras do vírus da Aids e pensam que obrigatoriamente o bebê será contaminado. Mas se essa mãe infectada fizer o pré-natal direitinho existem medidas que podem ser tomadas para que o feto não contrarie a doença e assim nasça saudável”, disse ao Só Notícias, a enfermeira responsável pelo programa DSTs Aids da Secretaria Municipal de Saúde, Suzi Kinoshita.

Só Notícias apurou que a partir de 2002, 3.602 gestantes foram atendidas. Sendo 303 neste mesmo ano, 1.354 em 2003 e 1.090 no ano passado. Entre essas mães existem aquelas que não residem em Sinop e vem das cidades vizinhas como Vera, Claudia e Santa Carmem para fazer o pré-natal.

Durante todo o período gestacional todas as pacientes têm direito de fazer vários exames (sangue e urina), consultas médicas, ultra-sonografias e ao fim dos nove meses, podem fazer o parto, tanto cesárea como normal, pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Mas esses direitos só lhe são atribuídos se a gestante permitir o acompanhamento mensal dos agentes comunitários, que fazem inclusive visitas domiciliares e fazer o cartão SUS e da gestante nos próprios postos de saúde. Esses cartões e cadastros são exigidos pelos próprios médicos que prestam os atendimentos.