Saúde

Lucas do Rio Verde registra 44 novos casos de Coronavírus; risco é considerado muito alto

A secretaria municipal de Saúde de Lucas do Rio Verde confirmou, há pouco, que registrou 44 novos casos de Coronavírus nas últimas 24 horas. Com os resultados, o número de confirmações chegou a 533. Destes, 15 estão internados, sendo seis em Unidades de Terapia Intensiva e nove em enfermarias. Desde o início da pandemia foram registrados 13 óbitos em decorrência da doença.

O boletim ainda aponta que 163 pacientes são tratados em isolamento domiciliar. Outros 471 são considerados suspeitos e aguardam os resultados dos exames (ontem havia 374), sendo que sete estão em enfermarias e há um óbito sob investigação. Os descartados também aumentaram. Ontem havia 1.137 e agora são 1.203.

Lucas do Rio Verde está classificado com risco muito alto para disseminação do Coronavírus. De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana.

Conforme Só Notícias já informou, a secretaria estadual de Saúde divulgou, ontem, que foram confirmados 15.328 casos de Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 590 óbitos em decorrência da doença. As 34 mortes mais recentes envolveram residentes de Barra do Garças, Várzea Grande, Sinop, Cuiabá, Confresa, Vila Bela da Santíssima Trindade, Nova Mutum, Jangada, General Carneiro e Campo Novo do Parecis.

Dos 15.328 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.735 estão em isolamento domiciliar e 5.419 estão recuperados. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 217 internações em UTI e 274 em enfermaria. Isto é, a taxa de ocupação está em 90,4% para UTIs e em 42,1% para enfermarias.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 50,8% dos diagnosticados são do sexo feminino e 49,2% masculino; além disso, 4.160 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O governo informa ainda que um total de 18.438 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) e que, atualmente, restam 1.216 amostras em análise laboratorial.

 

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria/arquivo - atualizada 12:50h)