Saúde

Laboratório do IFMT de Lucas do Rio Verde fará diagnósticos de Coronavírus

O Laboratório de Biologia e Diagnóstico Molecular do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) de Lucas do Rio Verde começará a partir da próxima semana a fazer diagnósticos da Covid-19 para pacientes do município e mais 14 que fazem parte do Consórcio Público de Saúde Vale do Teles Pires. Foram investidos quase R$ 1 milhão entre equipamentos e aquisição de kits de testes. A previsão é que sejam testadas até 480 amostras por semana, com prazo estimado de 72h para liberação dos resultados.

O laboratório dispõe de estufa, fluxo laminar, centrífugas, vortex, microondas, banho-maria, ultrafreezer (80ºC), cuba de eletroforese, geladeira, micropipetas de diferentes volumes, transluminador, termociclador e leitora de microplaca. Todos possibilitam a realização de diversas análises na área da biologia molecular, como extração de DNA e RNA, eletroforese em gel de agarose, extração e determinação de proteínas.

A professora da UFMT, Camila Fernanda Junkes, que é responsável pelo projeto, disse que o “laboratório será um marco na história do curso e terá um grande impacto na sociedade no momento que estamos vivendo. Ao mesmo tempo que é assustador estar envolvida com isso, é inspirador poder retornar para a sociedade algo que eu aprendi”.

A docente disse que o laboratório proporcionará condições de alavancar o curso para produções científicas relevantes e contribuirá com os ensinamentos dos estudantes. Os aparelhos poderão ser utilizados posteriormente a pandemia, em outras análises de saúde, como do Zika Vírus, Dengue e Chikungunya, e relacionadas ao agronegócio, podendo ser fitossanitárias, doenças de plantas e animais.

Só Notícias/David Murba (foto: assessoria/arquivo)