Saúde

Hospital Regional de Sinop contratará 80 profissionais e abrirá 12 leitos

A secretaria estadual de Saúde já autorizou a contratação de 80 profissionais entre técnicos de enfermagem e enfermeiros para atuarem no Hospital Regional de Sinop e uma empresa responsável pela seleção já foi contratada. Nos próximos dias será anunciado como os interessados devem fazer para concorrer as vagas. Além disso, com a efetivação de novos funcionários será aberto mais 10 leitos nas clínicas e dois na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“Uma deficiência que nós temos aqui hoje, é de pessoal. Nós temos quase que 50% reduzido nosso quadro de profissionais de enfermagem entre técnicos e enfermeiros. É algo que já foi encaminhado e já foi autorizado a contratação. O Estado tem a sua burocracia que é necessária, embora a gente saiba que se tratando de saúde a burocracia trava muito o processo, mas enfim temos que nos adequa”, explicou o diretor do Hospital Regional, Jean Carlos Alencar.

O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, que esteve semana passada em Sinop, disse que os pacientes que estão na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) aguardando regularização para serem transferidos devem ser levados ainda hoje, ao hospital regional. O secretário se reuniu com a prefeita Rosana Martinelli (PR) e o promotor Pompílio Paulo de Azevedo. Segundo o gestor, foi firmado um pacto para que cada ente assuma suas próprias responsabilidades. Desta forma, o Estado ficará responsável por pacientes de alta complexidade, enquanto o município atenderá casos de baixa e média complexidades.

“Existe erro de ambos os lados. Temos que admitir que há fragilidade neste sistema. Enquanto o Hospital Regional tem que absorver pacientes de baixa e média complexidades, não possibilita entrada de pacientes de alta complexidade. O inverso também acontece. Ou seja, se a UPA fica represada com pacientes de alta complexidade, também gera gargalo”, destacou o secretário.

Só Notícias/David Murba (foto: Só Notícias/arquivo)