Saúde

Empresário em Mato Grosso rifa Fusca para pagar despesas médicas da mãe que contraiu Covid 

Se esse Fusca 1995 falasse, ele pediria para que as pessoas colaborassem com a rifa do Thadeu Luiz Salgado Junior. O empresário, que reside em Primavera do Leste (321 quilômetros de Cuiabá) decidiu rifar o veículo, que fica na mira de colecionadores, para poder pagar as despesas médicas da mãe, Marlene Salgado, quando foi acometida pela Covid-19.

Thadeu conta que sua mãe foi diagnosticada com o novo coronavírus em março deste ano. À época, não havia disponibilidade para internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em hospitais públicos, então ela acabou internada em uma unidade de saúde particular de Primavera do Leste.

Marlene ficou 28 dias internada, sendo 8 intubada e o restante na UTI. As despesas médicas giram em torno de R$ 184 mil e até hoje a família não conseguiu arcar com a dívida. Eles são empresários do ramo de eventos, e por conta da pandemia, as contas ficaram apertadas.

Para quitar a quantia, o empresário decidiu rifar um Fusca 1995, que comprou para reformar. O veículo estava parado há um ano, enquanto passava por uma retificação do motor. “O Fusca era pra mim mesmo e não deu certo. Nessa pandemia a loja parou e não podia fazer evento. Logo em seguida a minha mãe ficou ruim”.

Segundo Thadeu, o gosto por carros antigos vem de família. O Fusca, inclusive, é de 1995, um dos últimos a ser fabricados no país. “Dia 25 de julho minha vó morreu. Ela vacinou e veio a enfartar em seguida, mas deixou um outro fusquinha de herança”, relembra.

A rifa começou em abril e passou por alguns problemas. “Com o bloquinho não funcionou, porque às vezes a pessoa pega e depois que vai atrás, a pessoa não vendeu nada. Então estamos fazendo por um sistema, no site, pra ver se conseguimos terminar”.

As vendas vão ser aceleradas para o Natal e a rifa custa R$ 50. Quem quiser contribuir, pode entrar em contato pelo telefone (66) 99994-7125.

Só Notícias/Gazeta Digital (foto: reprodução)