Saúde

Diretor de escola estadual em Sinop morre com Coronavírus; 37ª vítima

A presidente da sub-sede do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep) em Sinop, Maria Aparecida Lopes confirmou, há pouco, ao Só Notícias, o falecimento de Ronaldo Teodoro, de 50 anos, que era diretor da escola estadual professora Edeli Mantovani, localizada no bairro Jardim São Paulo.

O profissional estava internado desde a última segunda-feira na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) aguardando leito de Unidade de Terapia Intensiva. Ontem à noite, conseguiu vaga em UTI de um hospital privado em Sinop, mas não resistiu e morreu durante a madrugada. Ele tinha diabetes como fator de risco.

Ronaldo era professor há 30 anos, assumiu a direção da unidade escolar em 2019 e também era graduado em direito. Além disso, também atuou como professor universitário na Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). Ele era casado, e tinha duas filhas.

Por nota, a secretaria de Estado de Educação lamentou a morte do diretor. Por meio da assessoria, a secretária, Marioneide Kliemaschewsk, destacou que “é muito triste ver tantas vidas sendo perdidas para essa doença. Estamos desolados com a perda de mais um profissional da educação. Que Deus conforte o coração de todos os familiares e amigos”.

Conforme Só Notícias já informou, a secretaria municipal de Saúde de Sinop confirmou, ontem, a morte de dois idosos. Era um homem, de 71 anos, que morreu na última segunda-feira e uma mulher, de 67 anos, que ficou dois dias internada no hospital regional, faleceu na quarta-feira. Ambos os exames chegaram ontem e o número de mortes subiu para 37

Além disso, foram confirmados 791 casos e são mais seis pessoas recuperadas aumentando para 606 o total. Há 133  em isolamento domiciliar. Quatro sinopenses estão em UTI no regional com a doença – e outros 3 com suspeita e mais um em hospital privado -, além de seis em enfermarias e outros três com suspeita da doença. Em isolamento domiciliar são 1.397 casos suspeitos.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: arquivo pessoal - atualizada às 13h39)