Saúde

Diminui 8,7% número de pacientes em fila de espera por UTI Covid em Mato Grosso

A secretaria de Estado de Saúde detalhou no boletim epidemiológico que 73 mato-grossenses estão em fila de espera por Unidades de Terapia Intensiva para tratamento da Covid-19. O número é 8,75% menor que a última atualização, quando 80 aguardavam vagas.

Já na comparação com o início do mês, no dia 1º, a quantidade é 45,92% menor. À época, havia 135 pessoas em estado grave esperando vagas em leitos de terapia intensiva. Mesmo com a diminuição, o Estado não tem mais UTIs disponíveis, de acordo com a secretaria.

Atualmente, há 593 leitos pactuados em Mato Grosso. Destes, 29 estão no Hospital Regional de Sinop, 10 no São Lucas em Lucas do Rio Verde, 35 no Hilda Strenger Ribeiro em Nova Mutum, 2 no Regional de Sorriso, 25 no Hospital e Maternidade Santa Rita em Alta Floresta e 10 no Regional de Peixoto de Azevedo.

Já em Barra do Garças os leitos estão pactuados no Hospital e Pronto Socorro Municipal Milton Pessoa Morbeck (9). Em Cáceres é no Regional Doutor Antônio Fontes (10), e em Água Boa também no Regional (10).

Em Tangará da Serra tem o Municipal Arlete Daisy Cichetti de Brito (13). Em Juína também há o municipal (10), em Primavera do Leste conta com o São Lucas (20), e Campo Verde tem a unidade Coração de Jesus (13). Pontes e Lacerda conta com UTIs Vale do Guaporé (10).

Já Cuiabá são quatro unidades, sendo o São Benedito (60), Santa Casa (50),  Universitário Júlio Muller (8) e no Hospital e Pronto Socorro Municipal (80). Já Várzea Grande tem UTIs no Estadual Metropolitano (89), enquanto Rondonópolis conta com o Regional (30) e a Santa Casa (20).

Considerando as enfermarias, o índice, no momento, está em 55%. Ao todo, Mato Grosso conta com 829 habilitadas, distribuídas em 24 unidades hospitalares em todas as regiões e, atualmente, 382 estão disponíveis.

Conforme Só Notícias já informou, ontem, o prefeito Roberto Dorner (Republicanos) definiu em reunião com o promotor de Justiça, Pompílio Paulo Azevedo Silva Neto, alterar o horário de funcionamento do comércio que há várias semanas estava sendo até às 20h e agora vai para às 22h, de segunda-feira a sábado. Aos domingos, o atendimento será até às 14h. O horário do toque de recolher começará a partir das 23h (atualmente é às 21h). As novas medidas passam a vigorar a partir desta quinta-feira.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria/arquivo)